sexta-feira, 27 de junho de 2014

Médico cambeense pode ser candidato a vice-governador na chapa do PMDB

Do Cambé de Fato:

Em uma convenção tumultuada, a maioria dos membros do PMDB estadual decidiram lançar o senador Roberto Requião como candidato do partido ao governo do Paraná. A votação durou boa parte da sexta-feira (20) e foi marcada por momentos tensos e intensa atuação dos partidários das duas correntes do partido. A primeira, liderada por deputados estaduais, pregava a aliança do PMDB com o PSDB, em apoio à reeleição de Beto Richa. A segunda corrente, vencedora, pregava que o partido deveria ter candidato próprio ao Palácio Iguaçu, nesse caso, o senador e ex-governador Roberto Requião. A votação terminou com 319 votos a favor da candidatura de Roberto Requião contra 250 votos a favor da coligação em apoio a Beto Richa. Com o resultado, o nome de Requião foi sacramentado como o candidato e muda o quadro eleitoral do Estado.

Vice em aberto - A escolha do candidato ou candidata a vice na chapa de Requião está em aberto e a executiva estadual do partido está autorizada a procurar alianças. Lideranças do partido tentam atrair para a aliança o PV e o PDT. Ambos partidos já fizeram suas convenções. O PV já confirmou o nome da deputada Rosane Ferreira como candidata a governadora. Mas a questão ainda não está fechada e Rosane pode ser a vice de Requião. Blogs político da capital também listam Ricardo Gomyde, do PCdoB como possibilidade.

Chapa pura - Caso o PMDB tenha que marchar para a eleição com chapa completa, governador e vice, há uma grande possibilidade de o médico cambeense Gilberto Martin ser indicado candidato a vice de Requião. Gilberto disputa a indicação com a vereadora peemedebista de Londrina Elza Correia e com o vice-prefeito de Maringá, Claudio Ferdinandi.
Gilberto Martin foi secretário de Estado da Saúde no último governo Requião. O médico também foi prefeito de Cambé (1993/1996) e secretário municipal de Saúde (1983/1987). Formado em medicina pela UEL, Martin foi eleito primeiro suplente do PMDB para a Assembléia Legislativa em 2010 e exerceu mandato de deputado estadual durante 16 meses, de 2013 a 2014.
Martin disse que recebeu a notícia da possibilidade de ser vice com surpresa e responsabilidade. “O próprio Requião me chamou na casa dele e me informou que eu poderia ser convocado a ser seu vice na chapa majoritária”, disse o médico em entrevista ao programa Pauta em Debate, da Rede CNT.

Caso confirme sua indicação, Gilberto Martin será o primeiro cambeense a ser lançado como integrante de uma chapa majoritária em uma disputa eleitoral para o  governo do Paraná. A escolha do partido tem que ser feita até a segunda-feira (30).

Observatório do Cambé de Fato

Do Observatório do Cambé de Fato:

Eleitorado de Cambé- Cambé tem 73.833 eleitores aptos a votar na eleição de outubro deste ano. 57,7 % deste eleitorado está na 181a. zona eleitoral, que tem 42.659 eleitores inscritos.
Os demais 31.174 eleitores estão inscritos na 78a. zona eleitoral que congrega 42,3% do eleitorado.
Em números absolutos, a 181a. zona tem 11.485 eleitores a mais que a 78a. zona eleitoral.

Eleitorado de Cambé 2- Em número de eleitores, Cambé superou cidades consideradas pólos regionais, como Campo Mourão (66.645 eleitores), Córnelio Procópio (37.979 eleitores), Pato Branco (55.298 eleitores) e Francisco Beltrão (60.227 eleitores). A cidade também está bem próxima de ultrapassar Umuarama (76.591 eleitores) mas já perde terreno para Arapongas (80.715 eleitores) e Apucarana (94.406 eleitores).

Disputa federal - A eleição que se aproxima terá pelo menos quatro candidatos a deputado federal disputando palmo a palmo os votos da cidade. Dois deles, os atuais  deputados federais Luiz Carlos Hauly (PSDB) e Alex Canziani (PTB) já têm eleitorado cativo em Cambé, assim como Marcelo Belinati (PP), que tentará uma cadeira na Câmara dos Deputados depois de perder por pouco a Prefeitura de Londrina em 2012. Marcelo é médico e trabalha como médico do trabalho na agência do INSS em Cambé.

Ranking local - Em 2010, os deputados federais mais votados em Cambé foram Luiz Carlos Hauly (PSDB) que teve 15.030 votos (ou 30,1% dos votos válidos); Ratinho Júnior (PSC), que teve 6.028 votos ou 12% dos votos válidos;  André Vargas (PT), que recebeu 5.710 votos (11,4% dos votos válidos); Alex Canziani (PTB), que obteve 4.035 votos (9,7% dos válidos). Na sequencia aparecem Hidekazu Takayama (PSC) com 1.205 votos; Jairo Tamura (PSB) com 1.043 votos e Jonatas de Paula (PPS) com 1.081 votos e Edmar Arruda (PSC), com 902.

Quase 20 mil votos “perdidos” - Em 2010 Cambé tinha 69.687 eleitores e apenas 49.838 votaram para deputado federal (71,5% do eleitorado). Em outras palavras, 19.849 eleitores (28,5% do eleitorado) não foram votar ou preferiram não votar em nenhum candidato a deputado federal.

Curiosidade - O atual prefeito de Londrina, Alexandre Lopes Kireeff, foi candidato a deputado federal pelo PMDB em 2010 e não se elegeu. Kireeff obteve 672 votos em Cambé.

Mudanças no cenário - A disputa para uma cadeira de  deputado federal marcada para outubro próximo tem algumas mudanças em relação à eleição de 2010.
Em primeiro lugar, saem do páreo dois candidatos bem votados na cidade: André Vargas (que desfiliou-se do PT por conta do escândalo ligando seu nome ao doleiro Alberto Youssef e portanto, está inelegível); e Ratinho Júnior (PSC) que vai disputar uma cadeira na Assembléia Legislativa. Só os dois tiveram juntos 11.738 votos na eleição de 2010 em Cambé e foram o segundo (Ratinho JR) e o terceiro (André Vargas) mais votados na cidade naquele pleito.

Mudanças no cenário 2 - Outra mudança  no páreo para a Câmara dos Deputados é a candidatura de Marcelo Belinati, que tenta repetir a boa votação que seu tio, Antonio Belinati, sempre teve em Cambé.

Candidato novo - Quem também vai tentar “abocanhar” um parte dos votos de Cambé é o presidente do Sindicato dos Trabalhadores da Construção Civil do PR (Sintracom) e diretor da Rádio Terra Nativa AM, Denilson Pestana, que faz sua estréia na política. Denilson também é presidente da NCST - Nova Central Sindical de Trabalhadores do Paraná. Denilson é filiado ao PT e deve receber apoio de lideranças do partido na cidade. 

Projeção - Projetando o percentual de votos válidos para deputado federal de 2010 em Cambé (71,5%) sobre o novo eleitorado da cidade (73.833 eleitores), chegamos a  52.790 votos, que muitos julgam ser o número de votos válidos para deputado federal que estarão nas urnas eletrônicas em outubro próximo. Outros falam de um máximo de 50 mil votos válidos. 

Performance - Considerando ainda a projeção acima, para repetir sua performance de 2010, o campeão de votos para deputado federal na cidade, Luiz Carlos Hauly, terá que fazer 15.837 votos em outubro. Isso significa que ele precisa ter 807 votos a mais que em 2010 em Cambé.
Quem é o vice? - O resultado da convenção do PMDB teve sabor amargo para o governador Beto Richa (foto). Além de perder apoio de um grande partido e ganhar um adversário de peso (Requião), Richa contava com o PMDB para indicar seu vice.

Decisão amanhã (28) - O mais lembrado para ser o vice de Beto Richa é o atual deputado federal Ratinho Junior. A convenção do PSC, partido que Ratinho Junior preside no Paraná, está marcada para a manhã deste sábado (28), em Curitiba.

Planos e sonhos- Em troca de ser o vice, e em caso de vitória, claro, Ratinho Junior herdaria os últimos oito meses do segundo mandato de Beto Richa, que pretende ser candidato ao senado em 2018. Nessa condição, Ratinho Junior poderia disputar a reeleição para governador também em 2018.


Perguntar não ofende - Se Ratinho Junior topar ser vice de Beto Richa, como ficam os companheiros de PSC que sonharam em chegar a uma cadeira de deputado estadual ‘puxados’ pela projeção de centenas de milhares de votos que Ratinho Junior faria como candidato a deputado estadual?

sábado, 19 de abril de 2014

10ª EletroMetalCon -Feira Eletromecânica e Construção Civil acontece de 6 a 9 de maio de 2014


10ª EletroMetalCon acontece de 6 a 9 de maio

(com assessoria)
 
Lançada no último dia 15, a 10ª EletroMetalCon -Feira Eletromecânica e Construção Civil – está agendada para acontecer entre os dias 6 e 9 de maio de 2014.
A solenidade de lançamento foi na sede da unidade do Senai Londrina/PR (Rua Belém, 844) , local onde será realizada a 10ª edição do evento e contou com a participação de organizadores, expositores, convidados e autoridades (foto).
A EletroMetalCon é considerada hoje, no cenário nacional uma das mais completas Feiras do setor. A expectativa de comercialização é de 27,5 milhões, 5% maior que em 2013. A feira será aberta ao público a partir de 14 anos.

O Presidente do Sindimetal Londrina, Valter Orsi, uma das entidades realizadoras do evento, abriu a solenidade falando sobre a dedicação de todos para a realização da feira e ressaltando que o Prêmio Caixa deste ano “é um divisor” com recorde de 35 inscrições, para quem na primeira edição teve quatro projetos inscritos. “Esta aproximação da academia com o setor produtivo que acontece naturalmente em outros países, passa a ser uma grandeza em âmbito de Brasil. Estamos quebrando uma barreira” enfatizou Orsi.
A EletroMetalCon além de promover o intercâmbio técnico e científico da cadeia produtiva dos setores da eletrometalmecânica e da construção civil, tem o objetivo de contribuir para o fortalecimento e crescimento industrial da região e o consequente aquecimento da economia. “Hoje a feira já tem repercussão nacional. Os produtos e serviços que apresentamos no evento são válidos para todo o país”, disse no lançamento, Osmar Ceolin Alves, presidente do Sinduscon Norte PR, realizador do evento.

Almir Gaspar Schenfeld, gerente do Senai Londrina também realizador do evento disse que neste ano a EletroMetalCon dará ênfase a inovação. “Estamos ampliando a participação de empresas do APL de TI (Arranjo Produtivo Local de Tecnologia da Informação) com novas ferramentas tecnológicas, softwares e hardwares. As palestras técnicas serão diárias com temas de informação tecnológica, inovação e apresentação de produtos, atrelados aos trabalhos dos expositores.” Schenfeld agradeceu as parcerias, expositores e a presença de todos e convidou para a abertura da 10ª edição no dia 6 de maio, às 19h30.
Participaram também do lançamento fazendo uso da palavra Heverson Feliciano representante do Sebrae, entidade responsável por dois dias de Rodadas de Negócios; Rogério Wilens, gerente regional da Caixa, instituição que disponibilizará 30 milhões em crédito para o evento, a secretária municipal do trabalho, emprego e renda, Katia Gomes, representando o prefeito de Londrina, Alexandre Kireeff e o gerente de operações do Senai, Jorge Jacon representando o diretor regional do Senai no Paraná, Marco Antônio  Areias Secco, que finalizou o evento dizendo que a EletroMetalCon tem o diferencial de ser a única feira feita dentro de uma unidade do  Senai, uma escola,  e que as mudanças em um país se fazem através da educação, tecnologia e inovação e que a feira apresenta os três.

10ª EletroMetalCon
Realizadores: Senai, Sindimetal Londrina e Sinduscon Norte PR.

Patrocinadores: Caixa – Governo Federal e Sebrae.

Apoiadores: Abimaq; Acil; Londrina Convention; Ceal; Unimed; APL de TI; CINTEC,  SINFOR  e Fiep

 

terça-feira, 15 de outubro de 2013

Morre Hugo Gonçalves



Morreu na manhã desta terça-feira (15/10) o fundador do Lar Infantil Marília Barbosa, Hugo Gonçalves, também conhecido como o "Paizinho de Cambé".
Hugo Gonçalves tinha completado 100 anos no último dia 06, quando desfilou em carro aberto durante o desfile em comemoração ao aniversário de Cambé. Seu velório será realizado nas dependências do Lar Marília Barbosa, na Rua Pará, centro de Cambé. À família e amigos, nossos sentimentos.

segunda-feira, 30 de setembro de 2013

Maria Vitória recebe alta

Danilo Marconi FOLHA DE LONDRINA 28/09/2013 -- 00h00

Maria Vitória recebe alta
A ala pediátrica da Santa Casa de Cambé deu alta hospitalar à recém-nascida que havia sido abandonada semana passada em um cafezal nos fundos do Jardim Ana Rosa, em Cambé.
Maria Vitória, como vinha sendo chamada pela equipe médica, foi entregue aos cuidados do Conselho Tutelar, que levou-a a uma Casa Abrigo. 
O caso ganhou grande repercussão na cidade e, neste período, diversas doações foram feitas ao hospital (roupas, fraldas e leite em pó). 
Maria Vitória não será encaminhada imediatamente para adoção. Legalmente, alguns procedimentos precisam ser realizados. O Conselho Tutelar abriu um processo na tentativa de localizar algum familiar da criança.

Caso ninguém seja encontrado, um processo é aberto para destituição do poder familiar e só depois da aprovação do juízo a criança é colocada na lista de adoção. 
A FOLHA tentou contato com responsáveis pelo Conselho Tutelar, mas ninguém quis falar sobre o assunto. O promotor Walter Yuyama estava em audiência e não retornou a ligação. 
Criminalmente, a Polícia Civil tenta localizar os responsáveis pelo abandono. "Estamos verificando mulheres de uma lista repassada pela Secretaria de Saúde. Dos 23 nomes, 14 mulheres foram interrogadas. Até agora não tivemos êxito", disse o delegado Jorge Barbosa. 
Denúncias podem ser feitas pelo telefone 181.

quinta-feira, 26 de setembro de 2013

Audiência pública sobre a Lei da Gestante em Cambé


O deputado estadual Gilberto Martin convida para Audiência Pública sobre a Lei da Gestante (Lei 17.651/2013), de sua autoria e aprovada por unaminidade pela Assembléia Legislativa e que cria uma rede de atendimento ligando as unidades pré-natal às maternidades e define, além disso, penalidades e obrigatoriedades para os serviços de saúde, garantindo que as futuras mamães tenham acesso completo e interligado, desde a primeira consulta do pré-natal até o parto do bebe.
A audiência acontece nesta quinta, 26, a partir das 19h30 na Câmara Municipal de Cambé.





Acidente com moto na BR 369 deixa sargento em estado grave em Cambé

 Portal Cambé  25 de setembro de 2013 15:53

Um grave acidente foi registrado na tarde DE ONTEM (25) na BR-369, próximo ao viaduto Madre Leônia Milito, sentido Cambé/Londrina.
De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, uma motocicleta conduzida por um sargento da reserva do Corpo de Bombeiros bateu na traseira de um VW Polo Placa de Santa Isabel-SP.
O Siate de Londrina foi acionado para atender a ocorrência. Única vítima, o sargento aposentado João Albergoni Neto, de 57 anos foi encaminhado à Santa Casa de Londrina com ferimentos graves.
Informações apuradas no local do acidente constam que um terceiro veículo um Volkswagen Golf placa de Rolândia já estava parado entre a via e o canteiro central e no memento em que o Volkswagen Polo freou para desviar do Volkswagen Golf a moto conduzida pelo sargento Albergoni colidiu contra o Volkswagen Polo.


Paraná lidera assassinatos de mulheres no Sul do Brasil

Rodrigo Batista - Redação Bonde  25/09/2013 -- 14h22

O Paraná é o estado da região Sul com maior número de mortes violentas contra mulheres, segundo estudo preliminar realizado pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA) e divulgado ONTEM (25).

Os dados revelam que para cada 100 mil mulheres, 6,49 são mortas por parceiros ou alguém com quem ela tenha algum contato afetivo. 
A taxa de feminicídio – termo utilizado pelo Ipea para designar os homicídios de mulheres – no Paraná ficou acima da média nacional (5,82 mortes por 100 mil mulheres) e bem a frente dos números registrados pelos vizinhos mais ao Sul – Santa Catarina com 3,28 e Rio Grande do Sul com 4,64 mortes. A Região Sul apresenta taxa de 5,08 assassinatos, a menor do Brasil. 
A apuração realizada pelo Ipea leva em consideração os feminicídios cometidos entre os anos de 2009 e 2011. No triênio, foram cometidos 16.993 homicídios que envolvem mulheres. 
O Estado já figurava com altas taxas de mortes de mulheres de acordo o Mapa da Violência, divulgado em 2012, sobre assassinatos de mulheres, realizado pelo Centro Brasileiro de Estudos Latino-Americanos (Cebela). 
Entre as cem cidades com mais feminicídios, dez são paranaenses. Neste cenário, o município de Piraquara, na Região Metropolitana de Curitiba, aparece com a segunda maior taxa de homicídios femininos (24,4 mortes para cada 100 mil mulheres), atrás somente da cidade de Paragominas (PA). Com relação às capitais, Curitiba, segundo relatório do Cebela, é a quarta colocada no ranking de assassinatos de mulheres no Brasil. 
A delegada da Delegacia da Mulher de Curitiba, Márcia Rejane Vieira Marcondes, vê com cautela os números e diz que não se pode afirmar que esses dados sejam relacionados especificamente com a violência contra a mulher, mesmo que exista o problema de o Paraná estar acima da média nacional. "Hoje as mulheres estão em várias profissões, assim como também estão envolvidas na criminalidade. Esses dados não distinguem de que forma essas mulheres morreram". 
A delegada esclarece que, apesar de o Paraná ter um método mais consolidado de coleta de dados, na comparação com outros estados brasileiros, "seria um exagero" atribuir todos os homicídios femininos - tanto os dados do Ipea quanto os do Cebela - somente à violência de gênero. (atualizado às 15h24)

Motorista fica em estado gravíssimo em acidente na PR-445, em Cambé

Redação Bonde  25/09/2013 -- 12h09


Um acidente envolvendo um carro e um caminhão deixou uma pessoa em estado gravíssimo por volta das 11h DE ONTEM (25), na PR-445, nas proximidades do jardim Ana Eliza II, em Cambé. 
Além do Siate de Cambé, equipes de Londrina, do Siate e do Samu, foram até o local para prestar apoio. A carreta se deslocava para a zona sul de Londrina quando o acidente aconteceu. O caminhão bateu na lateral de um Uno quando o motorista deixava o bairro e acessava a rodovia. 
O Uno, pertencente à prefeitura de Marilândia do Sul, era conduzido por Flávio Henrique de Oliveira, de 30 anos. Ele ficou bastante ferido e precisou ser entubado. A vítima foi encaminhada em estado grave ao hospital. O condutor do caminhão, Leandro Silva Maia, 25 anos, também se feriu, mas passa bem. Ele teve contusões e foi levado para o hospital da Zona Sul. (com informações do portalcambe.com.br)

Jovem é preso por estuprar duas menores na zona sul de Londrina

Redação Bonde  25/09/2013 -- 16h52

Policiais da Unidade Paraná Seguro (UPS) do jardim União da Vitória, zona sul de Londrina, prenderam ONTEM (25) um jovem de 18 anos acusado de estuprar e manter em cárcere privado duas menores de 13 anos em uma casa no jardim Franciscato. 
As menores estavam desaparecidas desde a tarde de terça-feira (24), mas os pais só procuraram a polícia na manhã de quarta. Graças a uma denúncia anônima, policiais chegaram até o local onde as menores estavam. 
Célio Acácio Pinheiro foi preso em flagrante. Outros dois menores estavam na casa, onde foram encontrados preservativos usados, além de uma porção de maconha. As meninas, que eram amigas, eram obrigadas a praticar sexo com os rapazes. 
O maior de idade vai responder pelo crime de cárcere privado e abuso de incapaz. 

(com informações da repórter Walkiria Vieira, do NOSSODIA)

Garoto é preso traficando 14 kg de maconha para região de Londrina

Redação Bonde  25/09/2013 -- 12h21

Servidores da Receita Federal, em operação conjunta com agentes do Denarc/Polícia Civil, realizaram a apreensão de 14,5 quilos de maconha no posto fiscal Bom Jesus, em Medianeira/PR. A ação integra a Operação Fronteira Blindada. 
A apreensão foi realizada por ocasião da abordagem de um ônibus que fazia a linha Foz – Londrina, por volta 22h da última terça.

A droga foi encontrada numa mala que estava no bagageiro interior do coletivo. Com base no controle dos tíquetes de bagagem foi possível identificar o proprietário da mala. Tratava-se de um menor, de 15 anos. Ele disse que adquiriu a droga no Paraguai e que levaria para a cidade de Rolândia/PR. 
O adolescente foi encaminhado à Polícia Civil de Medianeira, juntamente com o entorpecente, para as devidas autuações.

quarta-feira, 25 de setembro de 2013

Electrolux assina protocolo de intenções para nova fábrica no Paraná

Gazeta do Povo 24/09/2013 | 19:18 | AMANDA AUDI E FABIANE ZIOLLA MENEZES

A Electrolux e o governo do Paraná assinaram, na terça (24), um protocolo de intenções para o início de estudos de viabilidade para a abertura de uma nova fábrica no estado.
O governador Beto Richa (PSDB) se reuniu com representantes da empresa sueca para tentar formalizar mais uma unidade da fábrica no estado, através da entrada da empresa no Paraná Competitivo, programa de incentivos fiscais.
A Electrolux já possui duas unidades no Paraná, na região de Curitiba, que produzem refrigeradores, freezers, aspiradores e eletroportáteis.
No início da tarde de ontem, o governador chegou a publicar no seu Twitter a informação de que a nova unidade da Electrolux seria na cidade de Rio Negro, com investimentos da ordem de R$ 250 milhões.
Ao longo do dia, no entanto, a medida em que a Electrolux se mostrou mais reservada quanto ao anúncio, a publicação no Twitter de Richa foi removida.
Governo e empresa evitaram falar oficialmente sobre o valor do investimento no estado e em qual município a nova fábrica deve ser erguida. A Electrolux informou, por meio de nota, que está “estudando e avaliando essa oportunidade junto ao estado” e que pretende continuar os investimentos na região.
A assinatura do protocolo seria um passo importante para formalizar o investimento, segundo a assessoria do governo. Apesar de não ter data prevista, a resposta da empresa deve vir até o fim do ano, acredita o governo.



Gestantes de Cambé são investigadas

Danilo Marconi FOLHA DE LONDRINA  25/09/2013 -- 00h00

Gestantes de Cambé são investigadas

A Secretaria de Saúde de Cambé repassou à polícia uma lista contendo nomes e endereços de 23 gestantes.

Elas passam a ser investigadas pelo abandono de uma recém-nascida, ocorrido no dia 19, em um cafezal localizado nos fundos do Jardim Ana Rosa. 
A bebê foi encontrada ainda com o cordão umbilical e ensanguentada. Maria Vitória, como vem sendo chamada, está internada na Santa Casa de Cambé. 
A Polícia Civil já colheu informações junto a oito gestantes. "Já ouvimos oito mulheres, mas nenhum deu luz ainda. Vamos continuar apurando esses fatos até encontrarmos a responsável pelo abandono", salientou o delegado Jorge Barbosa. 
A inspeção deve ser concluída nesta semana. Sexta-feira, policiais encaminharam uma mulher ao Instituto Médico Legal (IML) de Londrina, mas o exame também deu negativo. 
A Polícia Civil pode estender a investigação para cidades vizinhas. "Podemos solicitar lista de gestantes em outras cidades. Outra linha de investigação recai sobre a suspeita que ela seja de fora (de Cambé) e que tenha vindo abandonar a criança aqui", disse Barbosa. 
Maria Vitória foi transferida para o berçário da Santa Casa. De acordo com a assessoria do hospital, todos os exames realizados na recém-nascida devem negativos para anomalias (inclusive a sorologia para HIV). 
Existe a possibilidade de alta hospitalar para amanhã, uma semana após o nascimento. Em caso positivo, a criança será encaminhada a uma casa abrigo de Cambé e sua responsabilidade ficará aos cuidados do Conselho Tutelar.

Presidente do CRM-PR renuncia ao cargo contra o Mais Médicos

Fernanda Bassette - O Estado de S. Paulo  24 /9/ 2013 | 15h 49

Presidente do CRM-PR renuncia ao cargo contra o Mais Médicos

O médico Alexandre Bley, presidente do Conselho Regional de Medicina do Paraná (CRM-PR), renunciou ao cargo na noite de segunda (23) por causa da imposição de registro de médicos formados no exterior para atuar no programa Mais Médicos sem a devida revalidação do diploma.
Na terça o CRM-PR liberou o primeiro lote de registros provisórios para 8 médicos intercambistas. Bley abriu mão do cargo justamente para não ter de assinar os documentos e em protesto à forma com que o governo federal implantou o programa. Ele entende que a medida é eleitoreira.
 “Confesso que prefiro a vergonha da renúncia a ter que conviver com a vergonha de ter traído a minha consciência, pois quando um indivíduo abre mão de suas convicções, perde sua identidade e o significado de sua existência”, expressou Alexandre Bley em sua carta de renúncia apresentada na noite desta segunda (23), durante reunião plenária do CRM.

Os registros provisórios do primeiro grupo de médicos do programa foram assinados pelo secretário-geral do CRM-PR, Hélcio Bertolozzi Soares, que prevê a emissão de outros 12 até sexta-feira, 27, ou segunda, 30, pois há falhas documentais. Outros quatro registros foram solicitados e têm prazo até o começo de outubro.

Homem mata esposa com golpes de martelo em Cambará

Marco Feltrin - Redação Bonde  24/09/2013 -- 15h12

Homem mata esposa com golpes de martelo em Cambará


Uma mulher de 62 anos foi morta pelo marido na noite de segunda-feira (23) em Cambará, Norte Pioneiro. 
Segundo informações da Polícia Militar, Maria José Pokleu foi agredida com diversos golpes na região da cabeça, e não resistiu aos ferimentos ao dar entrada no pronto-socorro municipal. 
No local do crime, a polícia apreendeu um martelo e um facão usados no assassinato. Apenas o martelo continha vestígios de sangue. 
Pedro Pokleu, de 61 anos, foi preso em flagrante no meio da rua, próximo à casa em que morava. Ele não revelou aos policiais o que teria motivado o crime.

Suspeito de fraude, superintendente da Conab no Paraná é afastado

Da Agência Estado 24/09/2013 -- 14h02

Suspeito de fraude, superintendente da Conab no Paraná é afastado

O presidente da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), Rubens Rodrigues dos Santos, determinou o afastamento do superintendente da empresa no Paraná, Luis Carlos Vissoci, por causa das suspeitas de participação em fraudes no Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), que envolve a compra da produção da produção da agricultura familiar, uma das ações do governo federal no Programa Fome Zero. 
As fraudes na Conab foram alvo da Operação Agro-Fantasma, deflagrada na manhã de terça, 24.
Segundo a PF, a investigação iniciada em 2011 começou pela cidade de Guarapuava, a partir da deflagração de outra operação, denominada "Feira Livre", que investigou as fraudes em um dos municípios da região. 
A Polícia Federal informou que todos os funcionários que compõem a cúpula da Conab no Paraná e fiscais ligados ao grupo estão sendo afastados, em razão de fortes indícios de participação nos crimes.
Entretanto, a Conab confirma até agora apenas o afastamento do superintendente Luis Carlos Vissoci, enquanto aguarda informações do inquérito policial, para saber quem mais deve afastado para não atrapalhar as investigações.


sábado, 14 de setembro de 2013

A pedido dos grupos étnicos, Festa das Nações não será realizada

Da SeCom:

A Prefeitura de Cambé, Secretaria Municipal de Cultura e Fundação Cultural e Artística de Cambé – FUNCAC resolveram acatar a decisão dos responsáveis pelas oito etnias participantes da Festa das Nações de Cambé, em não realizar a edição 2013 que já estava programada para os dias 5, 6, 10, 11, 12 e 13 de outubro no Centro de Eventos.
O Secretário Márcio Berguio Martin, que lamentou a decisão, relatou que toda a estrutura da festa já estava definida, inclusive com reserva financeira e a grade de programação de shows completa. A organização do evento realizou várias reuniões com as etnias, definindo os detalhes da realização da festa. Na segunda reunião, os grupos que compõe as barracas Espanhola, Libanesa e Portuguesa já haviam manifestado a decisão de não participar neste ano alegando falta de recursos humanos. Em seguida, a etnia Italiana também manifestou sua desistência, alegando também a falta de recursos humanos. Diante disso, as etnias Brasileira, Japonesa, Eslováquia e a Alemã consideraram inviável a realização da festa, cujo brilho do evento está justamente na representação das oito principais nações da nossa colonização.

domingo, 11 de agosto de 2013

Ao meu pai e a todos os jovens que nunca serão pais...


Todo ano o dia dos pais é um tanto difícil para quem já deu adeus definitivamente ao seu pai, como eu, meus irmãos e milhões de pessoas em todo mundo.
Poderia tecer novas linhas falando de meu pai, de como seu exemplo é importante para mim, ou de como sua falta é irreparável.
Mas este ano quero olhar para fora da minha dor e ver um lado da paternidade ainda pouco lembrado: aquela que nunca vai acontecer por que milhares de jovens morrem antes de poder ser pai.  
Ao folhear velhos jornais hoje pela manhã, me deparei com fotos publicadas de jovens sorridentes, bonitos e que já não estão mais aqui. Morreram tragicamente de acidentes, doenças ou, por outro lado, fazem parte de uma triste estatística da criminalidade.
Ser pai é uma benção de Deus e uma missão complexa. Mas é prazerosa e, acima de tudo, gratificante. Tenho essa benção e a vivo diariamente, mas não posso deixar de pensar em tantos garotos que morreram aos 18, 17, 20, ainda namorando e que nunca saberão a maravilha e os desafios que é ser pai.  Fico a pensar que a vida lhes foi tirada em uma esquina, em um acidente de carro ou moto; em uma festa, na beira de um rio, ou ainda na tristeza de um assassinato decorrente da violência que assola o país e ceifa milhares de vidas jovens todos os anos.
Penso também nos pais desses jovens, que os criaram com carinho, afeto, dedicação e, inexplicavelmente não poderão testemunhar que seus filhos também sejam pais. Não consigo imaginar a sua dor, por mais que tente.
Mas, não quero, com esse texto, lançar tristeza sobre um dia tão especial. Apenas deixar minha solidariedade com tantas famílias que já perderam seus filhos e filhas, e também meu olhar de cumplicidade com quem tem a dor de não poder abraçar seu pai neste dia.
Por fim e acima de tudo, agradeço a Deus por ter me tornado filho de meu pai, Seo Luiz e de minha mãe, Terezinha, e ter me dado a benção de ser pai de Alana, que gerei com Fátima, minha amada companheira.

Onde estiver, Seo Luiz, Obrigado!

sábado, 27 de julho de 2013

O Criador de Lagartixas e Outras Histórias de Homens que Chegaram aos 40



O CRIADOR DE LAGARTIXAS e OUTRAS HISTÓRIAS DE HOMENS QUE CHEGARAM AOS 40 [Edição Kindle]

Luiz Cesar Lazari (Autor)
Preço Kindle: R$ 9,99 inclui envio sem fio internacional gratuito via Amazon Whispernet

Número de páginas: 117 páginas (estimado)

Disponível em www.amazon.com.br (faça busca por O Criador de Lagartixas)

quinta-feira, 25 de julho de 2013

Frio traz prejuízo ao campo e alimentos vão subir

Da Folha de Londrina:

25/07/2013 -- 00h00

Agricultura já sente impacto da geada

Técnicos ainda vão levantar os prejuízos com as baixas temperaturas, mas grãos e hortifrútis podem ter sido afetados
Fotos: Sérgio Ranalli
De acordo com dados preliminares da Seab, 52% da área de 941 mil hectares de trigo estão suscetíveis a perdas por estarem em fase de floração ou frutificação
Curitiba - O frio intenso e as geadas que atingiram o Estado todo já começam a trazer perdas para os agricultores paranaenses. De acordo com dados preliminares do Departamento de Economia Rural (Deral) da Secretaria Estadual de Agricultura e Abastecimento (Seab), 52% da área de 941 mil hectares de trigo estão suscetíveis a perdas por estarem em fase de floração ou frutificação principalmente nas regiões Centro-Sul, Norte e Oeste do Estado. A previsão inicial era de uma produção de 2,67 milhões de toneladas nesta cultura. Com isso, o preço da saca de 60 Kg já passou de R$ 41 para R$ 42 na última semana. 

No milho, cerca de 25% a 30% da segunda safra estão suscetíveis a perdas. Segundo o economista e técnico do Deral, Marcelo Garrido, o café pode ter afetada a produção da próxima safra, mas ainda não há como fazer estimativas de perdas. Ele disse que ainda foram afetadas as pastagens, o que pode trazer aumento de preços no leite e no gado de corte. "O preço vai subir de qualquer maneira porque o produtor tem que suplantar a alimentação dos animais", disse. Ainda devem ocorrer perdas em hortaliças e frutas. De acordo com ele, a situação das hortaliças é menos preocupante porque em 40 ou 60 dias é possível ter uma nova produção destas culturas. 

"Ainda é muito cedo para falar em volume de prejuízos. Os técnicos estão indo a campo para fazer os levantamentos", afirmou. A previsão dele é que o primeiro relatório de perdas saia entre 5 e 6 de agosto. 

E hoje, a situação do clima não deve melhorar. De acordo com a agrometeorologista do Instituto Agronômico do Paraná (Iapar) de Londrina, Heverly Morais, a previsão era de geada novamente na madrugada desta quinta-feira em todo o Estado. A previsão era de geadas fortes no Centro-Sul, Oeste, Sudoeste e Campos Gerais e moderada no extremo Norte, Norte Pioneiro, Noroeste e Litoral. 

Hoje as mínimas devem ser de 2ºC em Londrina, -1ºC em Guarapuava, 1ºC em Curitiba, -2ºC em Palmas e 2ºC em Maringá. Amanhã, as temperaturas começam a ter uma leve elevação e deverá ocorrer geadas apenas na região Sul do Estado. Ontem, a geada afetou o Estado todo e teve mínimas de -3,3ºC em Guarapuava e São Mateus do Sul, -2,3ºC em Palmas, -1,4ºC em Curitiba e 0,6ºC em Londrina. De acordo com o Simepar, ontem foram registradas temperaturas negativas em 27 cidades do Estado. A menor foi em Guarapuava -3,8ºC e a maior em Guaratuba com 4,5ºC. 

Preços
Até ontem, os preços na Ceasa de Curitiba não tiveram alteração com as geadas. "Achávamos que hoje (ontem) os preços iam alterar bastante, mas não aconteceu porque os produtores que puderam colheram os produtos antes da geada", explicou o assessor da diretoria da Ceasa, Valério Borba. No entanto, ele prevê que hoje já ocorram impactos nos preços, principalmente, em folhosas. 

O levantamento do Disque-Economia da Secretaria de Abastecimento de Curitiba, que pesquisa diariamente 300 produtos em 12 supemercados da Capital, já apontou algumas altas nos preços ontem na comparação com os valores praticados em 17 de julho, uma semana atrás. Foram observados aumentos no agrião (5,35%), couve-flor (3,79%), couve-manteiga (2,04%) e repolho (2,08%). O gerente de estatística e análise do Disque Economia, Francelino Vieira de Jesus, acredita que a partir de hoje os impactos nos preços sejam maiores. 

Mais informações sobre o "Alerta Geada" do Iapar podem ser obtidas em www.iapar.br ou (43) 3391-4500. 

25/0

terça-feira, 23 de julho de 2013

PR-445 já matou 14 pessoas em 2013

Do Bonde: 

22/07/2013 -- 19h17

PR-445 já matou 14 pessoas em 2013

Guilherme Batista - Redação Bonde

Só em 2013, 14 pessoas perderam as suas vidas na PR-445. As três últimas morreram na manhã segunda (22) em dois acidentes diferentes.
O primeiro deles - um tombamento de caminhão - foi registrado por volta das 8h em trecho localizado próximo ao município de Tamarana.
A ocorrência matou o caminhoneiro, Neri Massaneiro, de 38 anos, e a passageira, Cristiane Godoy dos Santos, de 27.
O segundo acidente, registrado por volta das 11h, envolveu outra carreta. O motorista de 67 anos tombou o caminhão em trecho da rodovia conhecido como "curva da pedreira", também em Tamarana.
A polícia rodoviária estaudal trabalha com a hipótese de que os condutores não conheciam os trechos, que estavam bem sinalizados e pavimentados.

Janeiro
O ano começou violento na PR-445. No dia 19 de janeiro um acidente gravíssimo deixou três pessoas mortas. A colisão entre um veículo Siena e um caminhão Scania aconteceu no km 6 da rodovia, entre Tamarana e Mauá da Serra.
O carro teria tentado desviar de um galho, invadido a faixa central e colidido frontalmente contra a carreta. A condutora e os passageiros do Siena morreram na hora. O carro chegou a cair em uma ribanceira após a batida. O motorista do caminhão não ficou ferido.

Fevereiro
Em fevereiro, a PRE registrou dois acidentes fatais na rodovia. O primeiro, no dia oito, quando um homem de 50 anos morreu atropelado por um carro em Cambé, na altura do jardim Silvino II. O segundo, por sua vez, foi registrado no dia 21, quando um motociclista teria sido atingido por outra moto, caído na rodovia e sido atropelado pelo motorista de um carro. A vítima, um jovem de 23 anos, chegou a ser socorrido pelo Siate, mas acabou morrendo no hospital um dia depois.

Março
No mês seguinte, a PR-445 matou um idoso de 69 anos. Ele foi atropelado pelo motorista de um Gol no perímetro urbano de Londrina enquanto tentava atravessar a rodovia. A vítima, segundo a polícia, foi atingida por um padre. O acidente aconteceu no dia 17 de março.

Abril
No mês de abril, a colisão frontal entre uma Saveiro e um caminhão matou o motorista do primeiro veículo. O acidente foi registrado no dia nove no entroncamento da PR-445 com a BR-376. Segundo a polícia, a Saveiro envolvida na batida havia sido furtada minutos antes na cidade de Tamarana.
Já no dia 17, um homem de 44 anos morreu atropelado na marginal da PR-445, em trecho da rodovia que passa pelo jardim Montecatini, em Cambé. O motociclista responsável pelo atropelamento contou aos bombeiros que não conseguiu enxergar a vítima, que tentava atravessar a via, por causa da má iluminação do local.

Maio
No dia dez de maio um homem morreu após tombar um caminhão em trecho da PR-445 próximo ao trevo de acesso ao município de Tamarana. O corpo do caminhoneiro precisou ser retirado das ferragens da carreta pelos bombeiros.
Também em maio a Polícia Militar de Cambé registrou o assassinato de dois jovens na marginal da PR-445, em trecho localizado nas proximidades de um posto de combustíveis de Cambé.

Junho
Em junho, dois graves acidentes foram registrados no km 92 da PR-445 no dia 14 de junho. As colisões, ocorridas entre a Warta e Cambé, deixaram uma pessoa morta e quatro feridas. O primeiro acidente aconteceu depois que um caminhão bateu contra a frente de um Gol. O motorista de outra carreta, que vinha logo atrás, teria se assustado com o acidente, pisado no freio, entrado em 'L' com o veículo e batido em um barranco. O homem morreu após ser ejetado do veículo.
Já no dia 16, um acidente grave registrado entre o distrito da Warta e o município de Bela Vista do Paraíso matou um casal e deixou três pessoas feridas.
O motorista de um Peugeot teria perdido o controle do carro e rodado na pista. O condutor de um Gol, que vinha no sentido contrário, não teria conseguido desviar. Ele bateu frontalmente contra o Peugeot. O casal que morreu estava no Gol. Chovia no momento do acidente.

Fiscalização
O capitão Gustavo Hauenstein destacou que a grande parte dos acidentes graves é causada pelo excesso de velocidade ou pela falta de atenção do motorista. Ele garantiu que a PRE realiza operações para fiscalizar as rodovias e coibir os motoristas mais apressados. "Mas é preciso que o condutor também seja consciente", ressalta.
Sobre a duplicação da PR-445 e os seus possíveis benefícios, o comandante foi taxativo: "as obras, quando concluídas, vão conseguir coibir os acidentes mais leves. Colisões transversais e abalroamentos registrados, principalmente, nas rotatórias. Por outro lado, com a pista duplicada e bem sinalizada, é bem possível que o motorista comece a correr mais na rodovia. Aí vamos ter que aumentar também a fiscalização, para evitar que os acidentes graves comecem a ser registrados também no perímetro urbano".


Gripe A já matou 38 no PR em 2013; dois em Londrina

Da Folha de Londrina: 

23/07/2013 -- 00h00

Boletim aponta 38 mortes por gripe

Curitiba - A Secretaria Estadual de Saúde (Sesa) confirmou ontem que mais cinco pessoas morreram em decorrência da gripe A (H1N1) no Paraná, totalizando 32 mortes desde o início do ano. As vítimas são das cidades de Cascavel (3), Campina Grande do Sul (1) e Maringá (1). Uma sexta pessoa morreu em Matelândia, mas os exames apontaram que a pessoa estava com o vírus Influenza B. Das cinco novas mortes, quatro pacientes eram doentes crônicos e um apresentava imunodeficiência. 
Em todo o Paraná já morreram 38 pessoas por gripe, sendo 32 pela Influenza A (H1N1), uma por Influenza A (H3N2) e cinco por Influenza B. Do total de mortes, segundo a Sesa, 71% foram de doentes crônicos, que poderiam ter acesso a vacina contra a doença por fazerem parte dos grupos prioritários durante a Campanha Nacional de Imunização.
"O agravante é que além deles serem doentes crônicos, demoram para procurar atendimento após o surgimento dos sintomas. Temos que ficar atentos ao aparecimento dos primeiros sintomas pois as chances de cura são maiores", ressaltou Sezifredo Paz, superintendente de Vigilância em Saúde da Sesa.
A Sesa emitiu um alerta ontem aos médicos para que orientem seus pacientes crônicos a comparecerem a uma unidade de saúde assim que apresente dois ou mais sintomas como febre alta, tosse, dor de garganta, dor no corpo, dor nas articulações, calafrio, cansaço e falta de ar.
Desde janeiro já foram registrados 906 amostras positivas para o vírus Influenza no Paraná, sendo 417 de Influenza A (H1N1), 138 de Influenza A (H3N2), 348 de Influenza B, e três sem especificação do subtipo viral.
As regionais de saúde que apresentaram mais casos de gripe H1N1 são a 2ª Regional de Saúde (RS), em Curitiba, com 62 confirmações; seguida da 10ª RS, em Cascavel; da 17ª, em Londrina; e da 15ª, em Maringá, cada uma com 42 confirmações.
Rubens Chueire Jr.  da reportagem local

segunda-feira, 22 de julho de 2013

Maconha paraguaia não respeita fronteira

Do JL:

Maconha paraguaia não tem fronteira

22/07/2013 | 08:42 Denise Paro, da Sucursal

A migração do cultivo de maconha para o Leste e Noroeste do Paraguai aumentou o fluxo de entrada da droga pelo Paraná.
As plantações, antes concentradas mais ao Norte do país, agora começam a se espalhar para áreas limítrofes ao Paraná, nas regiões de Salto del Guairá, fronteira com Guaíra, e no departamento (estado) de Alto Paraná, cuja capital é Ciudad del Este, que faz fronteira com Foz do Iguaçu.
A proximidade geográfica com as novas áreas de cultivo reforçou a rota paranaense como porta de entrada de maconha paraguaia no Brasil e fez a Polícia Federal (PF) aumentar em 52,5% as apreensões da droga este ano na fronteira de Foz do Iguaçu. Até a primeira quinzena de julho, os agentes tiraram de circulação 20,9 toneladas de maconha. O total já supera a quantia de todo o ano passado, 13,7 toneladas. O Paraguai produz cerca de 10 mil hectares de maconha ao ano, em quatro safras. Pelo menos 80% da droga é consumida por brasileiros.

Do outro lado
• O cultivo de maconha no Paraguai movimenta uma legião de famintos e desempregados. Eles enxergam na droga a chance de sobrevivência.
• O chefe regional da Secretaria Nacional Antidrogas do Paraguai, de Ciudad del Este, na fronteira com Foz do Iguaçu, Rodney Zarde, diz que os plantadores de maconha são moradores nativos que recebem cerca de 50 mil guaranis (R$ 25) ao dia para prensar a droga.
• As plantações têm em torno de 10 a 15 hectares e são financiadas por traficantes, inclusive brasileiros. Nas várias operações policiais para erradicar a maconha, é comum encontrar acampamentos com equipamentos apropriados para colher, prensar e embalar o entorpecente. Nas bolsas onde a droga é colocada para o transporte há diferentes nomes, indicando que a maconha é enviada para mais de um traficante.
• Em uma operação realizada no início deste mês, na Colônia Naranjito, distrito de Itakyry, a 100 quilômetros da fronteira de Foz do Iguaçu, os policiais encontraram 11,8 toneladas de maconha, avaliada em cerca de US$ 420 mil, e cerca de oito casas próximas às plantações. Foram apreendidas 16 prensas usadas para embalar a droga em forma de tabletes.

Tradicionalmente o departamento de Amambay, região vizinha ao Mato Grosso do Sul, é o que mais produz maconha. Boa parte das plantações ficam no entorno de Pedro Juan Caballero, fronteira seca com Ponta Porã (MS). No Leste paraguaio, o município de Itakyry, a 100 quilômetros de Foz do Iguaçu, é um dos centros do cultivo da droga.
As delegacias da PF em Ponta Porã e Foz do Iguaçu são as que mais apreendem maconha em todo o país. Em 2012, a cidade sul-matogrossense interceptou cerca de 20 tonelas e a paranaense, 14. O total retido no Brasil chegou a 111 toneladas.

O delegado-chefe da PF em Foz do Iguaçu, Ricardo Cubas César, atribui o aumento das apreensões não só à migração do cultivo, mas também à realização de duas operações na região de fronteira, a Operação Fronteira Blindada e a Ope­ração Ágata, das Forças Armadas.
Ambas as ações, desencadeadas no primeiro semestre deste ano, fizeram com que os traficantes freassem o transporte da maconha por um tempo. Agora, com o fim das operações, a movimentação ilegal, não só de maconha, mas de crack e cocaína, cujas apreensões também aumentaram, volta a tomar conta da fronteira. “Vários traficantes, principalmente aqueles com grandes carregamentos, acabaram por represar a maconha esperando o término das operações”, explica Cubas.
Cubas César salienta que a chegada de 30 agentes em Foz do Iguaçu este ano contribuiu para a melhoria das condições de trabalho na fronteira e resultou em mais apreensões. Por questões de segurança, o delegado não revelou o efetivo total.

No lado paraguaio, o panorama é parecido. Ano passado, segundo a Secretaria Nacional Antidrogas (Se­nad), foram apreendidas 128 toneladas. Este ano, o total já supera 200.
Francisco Ayala, agente da Senad, diz que no governo anterior, do ex-presidente Fernando Lugo, destituído em junho do ano passado, o número de operações realizadas foi pequeno. No atual governo, do presidente Federico Franco, as operações são mais frequentes, o que explica o crescimento.

O agente também relaciona o aumento da demanda no Brasil com a produção paraguaia. Ele afirma que os eventos realizados no Brasil – a Copa das Confederações e a Copa do Mundo, no próximo ano – são chamariz para a venda de maconha. “Ano que vem tem mundial e as pessoas dedicadas ao tráfico precisam de mais quantidade e vão acumulando”, diz. Esta época do ano é a que apresenta melhor safra de maconha do país.

Traficantes têm trânsito livre às margens do Lago de Itaipu
Os 170 quilômetros do Lago de Itaipu, entre Foz do Iguaçu e Guaíra, são um dos principais pontos de entrada da maconha paraguaia no Brasil.
Os traficantes abrem picadas e clareiras dentro da mata, à beira lago, no lado brasileiro e paraguaio, para carregar a droga em barcos ou barcaças de até oito metros. No ano passado, as agentes tiraram de circulação 37 barcos. Em 2013, o número já chega a 22.
No Brasil, a maioria dos “pontos” de parada do tráfico fica dentro de fazendas e sítios particulares. Em alguns, diz a polícia, há permissão dos proprietários. Em outras não. Nessas, o tráfico manda e desmanda.
A Polícia Federal tem uma repartição marítima para patrulhar o lago – a Delegacia de Polícia Marítima (Depom) –, com efetivo suficiente para trabalhar 24 horas, segundo o delegado-chefe Ricardo Cubas César. Vigiar um lago cheio de entrâncias não é algo simples.
As apreensões ocorrem em toda a Costa Oeste e tiram a tranquilidade das cidades interioranas com cerca de 20 mil habitantes.

Rodovias
Outra rota da maconha é a BR-277, que liga Curitiba a Foz do Iguaçu. Via do contrabando e tráfico, a rodovia é palco constante de apreensões.
No dia 10 de julho, policiais rodoviários federais apreenderam 6 toneladas da droga no posto de fiscalização de Santa Terezinha de Itaipu, a 26 quilômetros de Foz do Iguaçu. A droga estava escondida em uma carreta, no meio de sacos de trigo argentino, e seria levada a São Paulo. O motorista, de 41 anos, foi preso.

Farinha
O inspetor da PRF Mar­cos Bonache diz que a farinha de trigo foi carregada em uma empresa de Foz do Iguaçu e seria levada para Pernambuco. No entanto, os traficantes misturaram a maconha à carga em outro local. O motorista apresentou a nota fiscal do trigo, mas a empresa responsável não tem envolvimento com o tráfico, segundo a polícia. “Eles usam a carga lícita para esconder a ilícita”, diz.


sexta-feira, 19 de julho de 2013

Hóstia é usada em despacho em Cambé

Da Folha de Londrina: 
19/07/2013 -- 00h00

Hóstia é usada em despacho

Paulo Monteiro
Hóstia estava no cruzeiro do Cemitério Municipal
Cambé – O uso de uma hóstia em um despacho encontrado recentemente no cruzeiro do Cemitério Municipal de Cambé (Região Metropolitana de Londrina) provocou polêmica entre a comunidade católica da cidade. A situação exigiu a intervenção do padre Amaury José Domingues. 

"Uma ministra da Igreja me comunicou que haviam presenciado esse trabalho no Cemitério Municipal. Eu fui e retirei a hóstia daquele lugar. Aí percebi também que havia o nome de uma pessoa debaixo da hóstia", contou o padre, sem revelar o tal nome. "A hóstia estava sobre um guardanapo branco, junto com várias pipocas. Tinha também velas em volta." 

O padre ressaltou que não pode afirmar se a hóstia saiu ou não de sua igreja, e nem se ela já tinha sido consagrada. "Os nossos ministros de Eucaristia já pegaram algumas pessoas saindo da missa com hóstias", admitiu. 

Há mais de 20 anos servindo a Igreja, padre Domingues assegurou jamais ter se deparado com "algo tão espantoso envolvendo o símbolo religioso". "Já trabalhei na Bahia e estou há dez anos à frente da Igreja Matriz de Cambé. Durante esse tempo eu já tinha ouvido falar nesse tipo de trabalho, mas nunca vi coisa parecida", comentou. 

Apesar do uso da hóstia no ritual, o padre não crê que o trabalho tenha sido feito para prejudicar a religião. "Mesmo assim, para nós católicos, essa situação é encarada como profanação de um símbolo religioso. Depois da missa, a hóstia se torna a consagração do corpo de Cristo", explicou, completando o que poderá acontecer caso o responsável seja identificado. "De acordo com o livro de código de direito canônico, se algum sacerdote ou fiel for identificado e comprovada a sua participação, ele sofre a excomunhão. Não é uma punição, mas a pessoa é desligada da Igreja." O padre preferiu não abrir nenhuma investigação interna nem registrar queixa na Polícia. 

Preocupação
Além do constrangimento, o padre de Cambé admitiu estar receoso com o episódio. "O que me preocupa é o fato da pessoa procurar e acreditar que vai conseguir alguma coisa com esse tipo de coisa. Para nós, tudo acontece simplesmente pela fé." 

Para o líder católico, a motivação pode ser passional. "Os objetivos podem ter sido os mais diversos. Entre eles, o interessado pode ter acabado com o casamento e estar querendo voltar com a ex", cogitou.
Paulo Monteiro  Equipe NossoDia

Hemocentro do HU estará em Cambé no Domingo (21 de julho)


O Hemocentro Regional do Hospital Universitário de Londrina promove em Cambé uma Campanha de Doação de Sangue e Cadastro de Medula Óssea, no dia 21 de julho (domingo), das 8 às 11h30, no Salão Paroquial da Igreja Matriz Santo Antonio,que fica na rua Espanha,289, no centro de Cambé.
Para doar é necessário ter entre 18 e 67 anos e levar documento com foto.
Os doadores devem ter peso maior de 50kg e os da faixa etária entre 16 e 17 anos devem estar acompanhados dos seus respectivos responsáveis.
O cadastro dos doadores de Medula Óssea é, posteriormente, encaminhado ao Redome – Registro Brasileiro de Doadores de Medula Óssea.

Mais informações pelo telefone 3254-3342.

VI Maratona Fotográfica Clic seu Amor por Londrina tem inscrições abertas até 30 de agosto

Da Assessoria:

VI MARATONA FOTOGRÁFICA  CLIC O SEU AMOR POR LONDRINA.

Estão abertas até o dia 30 de agosto as inscrições para participar da  VI MARATONA FOTOGRÁFICA  CLIC O SEU AMOR POR LONDRINA.
Para concorrer, serão aceitas fotografias de Londrina – urbanas ou rurais, diurnas ou noturnas – tiradas entre 09 de julho e 30 de agosto.
Cada inscrito deverá escolher apenas três fotografias, que serão ampliadas no formato 30 x 40 cm para a avaliação da Comissão Julgadora.
As inscrições para a VI Maratona Fotográfica Clic o seu amor por Londrina podem ser feitas de 09 de julho a 30 de agosto, de segunda à sábado, das 8h às 18h, na Vectra Store (Rua Bento Munhoz da Rocha Neto, 1225 – margem do Lago Igapó II).
Pode se inscrever qualquer pessoa, moradora ou não de Londrina, fotógrafos profissionais ou amadores.
O valor da inscrição é de R$ 25,00.
O resultado da Maratona Fotográfica será divulgado no dia 03 de outubro pelo site www.clicoseuamor.com.br e também na imprensa.
A fotografia classificada em primeiro lugar receberá o prêmio em dinheiro de R$3.000,00; a segunda colocada recebe o valor de R$2.000,00, enquanto a terceira colocada leva o prêmio de R$1.000,00.
As 100 melhores fotografias farão parte da VI Exposição Fotográfica Clic o seu amor por Londrina, em dezembro, na Vectra Store. Entre elas, serão selecionadas 26 imagens, para ilustrar os calendários de mesa de 2014 e 2015.

MAIS INFORMAÇÕES(43) 3371-4328

BHC deve ser devolvido até 15 de agosto

Da SeCom/Cambé: 

BHC deve ser devolvido até 15 de agosto

Os produtores rurais que possuem BHC e outros tipos de defensivos agrícolas proibidos em sua propriedade tem uma nova oportunidade até o dia 15 de agosto para preencher uma auto declaração junto a Emater informando a posse desses produtos.
O objetivo do cadastramento é para que o governo do estado organize o recolhimento desses matérias ainda este ano e essa medida do governo visa dar um fim a esses tipos de agrotóxicos obsoletos em todo o Paraná.
Em 2012, só em Cambé foram devolvidos cerca de 30 toneladas de BHC.
A iniciativa é da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Instituto das Águas – Águas Paraná e Instituto Ambiental do Paraná) e da Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento (Instituto Paranaense de Assistência Técnica e Extensão Rural).
Para o acondicionamento e transporte dos produtos serão distribuídos aos produtores rurais kits de segurança personalizados contendo sacos de acondicionamento, EPIs completos, folhetos explicativos sobre os procedimentos da operação, locais de devolução e uma cópia da portaria 021, de 2012 do IAP, para transporte do material.
Esta cópia deverá ser apresentada na devolução juntamente com a via da autodeclaração, e os dados cadastrais do declarante (nome, endereço e documentos).
Será fornecida no ato da devolução uma certidão atestando que os produtos foram devidamente entregues ao governo do estado e que os envolvidos estão isentos de responsabilidades.

 Mais informações no telefone da Emater 3326-1629.

quinta-feira, 18 de julho de 2013

Médicos espanhóis: salário para trabalhar no Brasil é bom

Do G1, citado por Luis Nassif: 

Salário de R$ 10 mil é bom, diz órgão que representa médicos espanhóis

Os médicos espanhóis estão aptos a trabalhar no Brasil e o pagamento mensal de R$ 10 mil previsto no programa "Mais Médicos" é satisfatório, na avaliação de Fernando Rivas, dirigente responsável pela área de promoção do emprego da Organização Médica Colegial (OMC), órgão máximo de representação desses profissionais na Espanha.
O valor proposto pelo governo federal para atrair médicos a localidades no interior e nas periferias das grandes cidades foi criticado por médicos brasileiros. Para Rivas, no entanto, trata-se de uma "boa oferta" .
"Tal como está a situação da Espanha atualmente, onde os salários têm sido reduzidos entre 20% e 30% nos últimos anos e onde persistem os cortes [de verbas] na saúde, a oferta de R$ 10 mil mensais, mais alimentação e alojamento, é uma boa oferta", diz.

A previsão do "Mais Médicos" é que haja, além do salário mensal de R$ 10 mil, uma ajuda de custo inicial de R$ 10 mil a R$ 30 mil aos selecionados para cobrir gastos de instalação no novo local de trabalho.
Rivas também rebate as dúvidas levantadassobre o preparo dos profissionais estrangeiros que virão ao país.
"Creio que não se pode questionar a formação médica espanhola. O nível de nossos médicos está mais do que testado, e certamente aprovado", afirma.
Em meio a uma grave crise econômica, a Espanha enfrenta cifras recordes de desemprego entre médicos, diz o dirigente da OMC. "No mês de maio, o número de desempregados era de 3.395", informa. A quantidade é ainda maior se forem incluídos os profissionais que deixaram o país em busca de trabalho - só em 2012, 2.405 médicos foram trabalhar no exterior, e em 2011, foram 1.378, ressalta Rivas. "É evidente que há uma fuga notável de profissionais, e isso parece que não vai mudar nos próximos anos."

Diferença de idiomas
A diferença de idiomas também não deve impedir a ida de médicos espanhóis ao Brasil, de acordo com Rivas. "Mais difícil é o alemão, e temos muitos médicos saindo [da Espanha] rumo às terras germânicas", afirma. Ele considera que o português não é uma língua difícil de ser aprendida. "Há anos que médicos de nosso país migram para Portugal, e nunca tivemos informação de que a língua portuguesa tenha sido um problema."
Segundo Rivas, não é uma questão de dinheiro, ainda que "seja evidente que, sem uma oferta atraente, um médico não vá sair da Espanha". O principal, na opinião dele, é conhecer as condições de trabalho nos municípios que vão requisitar médicos pelo programa e assegurar que o profissional espanhol seja tratado do mesmo modo que o brasileiro, garantindo o exercício da medicina.
É preciso que, "no caso de algum querer ficar [após o fim do programa], se possam articular os mecanismos de revalidação de diploma de acordo com o nível de formação que os médicos da Espanha possuem", diz o dirigente da organização.

Não são a solução
Os médicos espanhós "não são a solução do problema" da saúde no Brasil, diz Rivas. Ele pondera que o "Mais Médicos" deve se configurar como um programa global, que inclua medidas profundas a médio e longo prazo, para que haja melhora real da saúde brasileira. "Isso não exclui o fato de que o programa deve levar os médicos com todas as condições de segurança e transparência, para que os estrangeiros façam a escolha com consciência", ressalta.
O fato de o "Mais Médicos" selecionar profissionais para atuação na rede de atenção básica é mais um motivo para não duvidar da capacidade dos espanhóis que vão clinicar no Brasil, na opinião de Rivas. "Não se deve supor nenhum problema para um médico espanhol trabalhar nestas condições."

'Mais Médicos'
A previsão do Ministério da Saúde é que até 18 de setembro todos os profissionais dentro do "Mais Médicos" estejam atuando no país. O programa permite a vinda de profissionais estrangeiros e de brasileiros que se formaram no exterior sem a necessidade de revalidação do diploma.
A medida provisória também institui a abertura de 11.447 vagas em faculdades de medicina até 2017 e, a partir de 2015, aumenta em dois anos a grade curricular das faculdades públicas e particulares de medicina, com formação voltada à atenção básica (1º ano) e setores de urgência e emergência (2º ano).

Neste período, os alunos terão uma autorização temporária para o exercício da medicina, e ganharão uma bolsa para atender no SUS. Cada um dos médicos vai receber uma bolsa federal de R$ 10 mil, além de dispor de uma ajuda de custo inicial que pode variar de R$ 10 mil a R$ 30 mil. O programa tem investimento de R$ 2,8 bilhões.

Segundo o governo, a prioridade será preencher as vagas do programa com profissionais brasileiros. Os postos de trabalho remanescentes serão completados com profissionais estrangeiros ou brasileiros formados no exterior.

"Não se pode obrigar um médico que quer morar na capital a ir para o interior. O profissional de saúde tem o direito de trabalhar onde quiser", afirmou a presidente Dilma Rousseff durante o lançamento, ao explicar porque optou por chamar profissionais estrangeiros, se necessário. Segundo ela, a iniciativa "se trata de garantir que todos os brasileiros tenham acesso a um médico".

O ministro da Saúde, Alexandre Padilha, defendeu que a vinda de profissionais de saúde formados no exterior não pode mais ser um "tabu". Ele destacou que, na Inglaterra, 37% dos médicos são formados fora, e que nos EUA são 25%, enquanto no Brasil o índice é de 1,79%.

Regras
Só poderão participar do "Mais Médicos" estrangeiros que tenham estudado em faculdades de medicina com grade curricular equivalente à brasileira, proficientes na língua portuguesa, que tenham recebido de seu país de origem a autorização para livre exercício da medicina e que sejam de nações onde a proporção de médicos para cada grupo de mil habitantes é de, pelo menos, 1,8 médicos para cada mil habitantes.

Isso exclui países como Bolívia, Paraguai e Peru, que estão abaixo. Espanha, Portugal, Cuba, Argentina e Uruguai são exemplos de países que superam esse índice.

Todos os profissionais vindos de outros países serão acompanhados por uma universidade federal. Os municípios inscritos no programa terão de oferecer moradia e alimentação aos profissionais, além de ter de acessar recursos do Ministério da Saúde para construção, reforma e ampliação das unidades básicas.

Os profissionais de outros países e brasileiros formados médicos em universidades estrangeiras ficarão isentos de realizar o Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos, o Revalida, ao optarem pelo registro temporário de médicos, que será concedido pelo Conselho Federal de Medicina (CFM).

No caso dos estrangeiros, será obrigatório que eles participem de um curso de três semanas, em uma universidade federal que tenha aderido ao programa, onde serão avaliadas por professores as capacidades técnica e de comunicação. Sendo aprovado, eles serão inscritos no Conselho Regional de Medicina do estado em que vão trabalhar.

Prazos
A escolha das vagas será dividida em duas fases. A primeira contará apenas com médicos brasileiros, e a segunda com os profissionais estrangeiros e com brasileiros que se formaram no exterior.

Segundo o governo, em 26 de julho serão publicadas as vagas existentes nas cidades brasileiras. Até 28 do mesmo mês, os médicos brasileiros inscritos no programa poderão escolher os municípios.

Em 1º de agosto será divulgada a relação de profissionais brasileiros, que terão de homologar a participação e assinar um termo de compromisso até 3 de agosto. Dois dias depois, as escolhas serão validadas no Diário Oficial da União e os médicos escolhidos começam a atuar em 2 de setembro.

As vagas remanescentes serão divulgadas em 6 de agosto. O processo de escolha nesta segunda etapa vai até 8 do mesmo mês e os resultados serão publicados em 13 de agosto. O início das atividades está previsto para 18 de setembro.

Ciclo de atenção básica
A medida provisória também aumenta a carga horária dos cursos de medicina da rede pública e privada do país. A partir de janeiro de 2015, será incluído um ciclo de dois anos na grade curricular voltado para atuação na atenção básica e nos setores de urgência e emergência.

Esse ciclo de formação será feito no Sistema Único de Saúde (SUS) e os alunos vão receber uma bolsa custeada pelo governo federal, além de uma autorização provisória para exercício da medicina. As instituições de ensino terão de oferecer acompanhamento e supervisão nas especialidades.

Outra iniciativa é a criação de 11.447 vagas de graduação em medicina até 2017, em 117 municípios. De acordo com o governo, a expansão desses postos de ensino permitirá diminuir a carência de médicos em regiões mais carentes.