Diário de um Viciado



Pão, azeite e requeijão - No café da manhã gosto de pão integral fatiado ( a padaria Jóia, de Apucarana produz um ótimo pão de centeio light, que eu recomendo) com uma dose generosa de azeite extra virgem (de preferência um azeite com acidez abaixo de 0,4) e uma meia colher de sopa de requeijão. A mistura do azeite e do requeijão produz um sabor muito agradável e estimulante. Também gosto de misturar requeijão e azeite direto no copo. Basta usar um pouco do requeijão e logo em seguida adicionar uma boa dose de azeite extra virgem e misturar bastante. Fica como um patê. Nesta mistura também vai muito bem uma boa dose de um bom orégano ou ervas finas. Novamente misture tudo. Fica delicioso e diferente. Para quem tem o paladar mais atiçado, também uso a mesma base (requeijão e azeite extra virgem) para fazer um paté de alho. Basta adicionar uma colher de cafezinho de alho desidratado diretamente na mistura do azeite com o requeijão. Deixe curtir por umas seis horas e sirva com torradas ou pães. Fica bem forte de alho e saboroso. Outra dica é substituir o alho por uma boa pimenta malagueta (de preferencia curtida no óleo). Novamente na base do requeijão com o azeite extra virgem misturados, acrescente uma ou duas pimentas malaguetas (ou dedo de moça, ou ainda outro tipo ao gosto do freguês). Misture bem as pimentas e, se quiser, coloque um bocadinho do óleo da pimenta. Misture bem, aguarde curtir por umas seis horas e sirva com torradas, pães e não esqueça de deixar ao lado de uma jarra de suco bem gelado. Fica bem ardido. Só para iniciados. 
28 de Janeiro de 2011.


Strogonoff com manga - Minha filha fez um ótimo strognoff, com carne, palmito e creme de leite. Para acompanhar coloquei uma cama generosa de folhas de alface (muitas) o strogonoff por cima, acompanhado de batata palha. Até aí, nada de anormal. Ocorre que havia uma caixa plástica com manga picada e gelada. As mangas, da qualidade aden e tomy, estavam dulcíssimas e bem frias, o que era convidativo. Coloquei alguns pedaços de manga no prato, já com o strogonoff, as folhas e a batata palha. A soma do sabor do strogonoff, já um tanto agridoce pela adição do creme de leite, com a manga ficou realmente interessante, sobretudo para quem gosta de misturar sabores. Recomendo.
27 de Janeiro de 2011.  


Feijão preto gordo - Fiz um feijão preto que ficou fantástico, modéstia à parte. Nunca tinha cozinhado o grão (minha especialidade é risoto), mas gosto de comer feijão preto (gordo, é claro) algumas vezes, não diariamente, como a maioria dos brasileiros. Em casa não temos o hábito de cozinhar feijão, o que só acontece uma vez por semana, ou a cada 15 dias. Bem, lavei o feijão, deixei de molho, e coloquei na panela de pressão, com linguiça calabresa, algumas linguiças de frango inteiras e pedaços de costela de porco (que eu havia assado no dia anterior) e coloquei tudo pra ferver com uma boa pitada de curry, uma cebola inteira picada e duas cabeças de alho. Como era marinheiro de prima viagem, coloquei água demais e ficou um feijão bem aguado. Daí lembrei que minhas tias de Cruzália, interior de São Paulo, engrossavam o caldo do feijão com farinha de mandioca. Adicionei no caldo umas três ou quatro colheres de farofa de mandioca já temperada e deixei ferver. Amigos, o sabor ficou especial, principalmente com arroz branco e um bom azeite extra virgem para acompanhar. Como só eu aprecio a iguaria, rendeu umas boas refeições, e claro, quilos extras....
25 de janeiro de 2011.


Salgado - Hoje comi um salgado logo cedo. Uma salsicha empanada, com massa de batata. Agora (fim da tarde) me debato sobre comer outro salgado. Estou com fome. O almoço foi quase leve, com salada verde, quiabo e... torresmo, mas não muitos. Uns quatro pedaços. Ah, comi também umas seis pelotas de nhoque, compradas em um supermercado, assim como o torresmo. 
Lembro agora que tenho feijão preto feito em casa e arroz. Sobrou alguns nacos de torresmo e um pouco de quiabo. Imagino tudo isso quente, com azeite...Estou mesmo com fome. 
Tenho observado que não posso comer muito tarde. A refeição noturna tem sido um dilema. Se como tarde (e pesado), tenho uma intensa sudorese durante o sono. Se como frutas e salada, acordo com fome. 
24 de janeiro de 2011.