domingo, 2 de dezembro de 2012

Coluna Observatório, do CAMBÉ DE FATO

Da coluna Observatório, do jornal CAMBÉ DE FATO:


Exemplo de cidadania- Para muitos, dedicar um tempo  para exercer o direito de voto é uma tarefa obrigatória e até nada empolgante. Não para o cambeense Ozias Stutz de 94 anos (foto).
Carioca de Trajano de Moraes, ele testemunhou o engatinhar da democracia no país e o início da ditadura militar, que perdurou por longos 29 anos.
Morador de Cambé há 45 anos, Seo Ozias trabalhou no comércio, em tinturaria,  selaria e sapataria, e aindana lavoura e na construção.
Desde que começou a votar, aos 18 anos, perdeu somente duas eleições. 
“Deixei de votar somente duas vezes por não estar no local de votação. Nas demais eleições, sempre participei dos pleitos que tiveram. Como brasileiro, votar para mim é uma grande honra”, diz Ozias, completando: “É uma participação na vida nacional. Votar é um dever e uma honra. Alguns políticos honram o seu voto e outros não. É por isso que temos que honrar e continuar votando. Assim podemos apresentar a opinião da gente, como brasileiro, e cumprir com as nossas obrigações”.  Seo Ozias recebeu o CAMBÉ DE FATO para revelar que, apesar de estar dispensado legalmente de comparecer para votar,  ele estava animado com o pleito. “Deus tem me concedido todos esses anos e ainda tenho esse privilégio de dar o meu voto ao candidato”, revela o idoso.
A filha, Marli Stutz não esconde a admiração pelo pai. “Sinto muito orgulho dele. É uma pessoa especial para gente, ele é tudo. Um pai muito querido. Eu acho muito bonito, é um dever e um patriotismo da gente.”

YES! NÓS PUBLICAMOS ENQUETES...  Foi grande a crítica feita pelo jornal Nossa Cidade contra este CAMBÉ DE FATO, por termos publicado uma série de enquetes em nossas páginas.
O JNC, de propriedade do Assessor de Imprensa da Câmara de Cambé, Walter Ricieri, publicou em sua coluna ‘Ponto de Vista’, na edição de 04 de outubro, três dias portanto, antes da eleição, que “mais uma enquete foi publicada no último sábado pelo “jornal’ que tenta a todo custo manter o cargo de seu proprietário na Prefeitura”. Em outro trecho: “Além disso é o próprio ‘jornal’ que se identifica como realizador da enquete. Para que fique bem claro para a comunidade, KLC são as iniciais dos nomes K’arlinhos (é assim que ele assina) e Luiz Cesar (proprietário do ‘jornal’)’. Por fim, o JNC completa: “a quem querem enganar? Ou ainda querem achar que o cambeense não é inteligente o suficiente para perceber essa tentativa de enganação? O cidadão merece respeito. Pelo menos isso, esse ‘jornal’ deveria entender”.

E ACERTAMOS! - Pois bem, passada a eleição e conhecido o resultado, perguntamos: quem acertou o resultado da eleição em Cambé? As enquetes publicadas pelo CAMBÉ DE FATO ou a pesquisa da Portinari publicada três dias antes pelo Jornal Nossa Cidade (JNC)?
E por falar em enganação... - Só para registrar, é bom dizer quem realmente estava tentando enganar o público.
O Jornal Nossa Cidade na publicação já citada, tascou a seguinte manchete: “Pesquisa Instituto Portinari mostra Dr. Martins 8,2% à frente de João Pavinato nos votos válidos”.
Pois bem, a pesquisa foi realizada sob encomenda do JNC nos dias 22 e 23 de setembro, ou seja, DUAS SEMANAS ANTES DA ELEIÇÃO!

...e respeito ao cidadão - O mais curioso é que o JNC só esclarece que a pesquisa é velha na matéria interna, publicada na página 03. Na matéria de capa, o jornal omite totalmente a data da realização da pesquisa e tenta dar a impressão que a pesquisa é recente ao publicar a pergunta “Se as eleições fossem hoje, em qual destes candidatos o sr (a) votaria para prefeito de Cambé?”
O resultado, nem é preciso dizer, indicava que o candidato Dr. Martins, venceria a eleição.
É bom lembrar que o Dr. Martins foi aliado de ocasião do grupo político que sustenta o JNC há muitos anos.

Perguntar não ofende... - Tendo em vista o resultado da eleição, qual jornal  tentou enganar o povo?
Candidatos a deputado -  No meio político  mal termina uma eleição, começa outra. Já circulam informações sobre os possíveis candidatos a deputado estadual com ‘base eleitoral’ na cidade. O primeiro nome é do médico Gilberto Martin (Dr. Gilberto), que  deve ser candidato a deputado estadual em 2014.
Outra candidatura dada como certa é a do ex-prefeito José do Carmo Garcia. Zé do Carmo deve ser candidato a deputado estadual pelo PTB, em dobrada com o deputado federal Alex Canziani.

Novos nomes -  Circula também a informação de que dois novos nomes também vão disputar uma cadeira na Assembléia Legislativa: Tiago Amaral, filho do ex-deputado Durval Amaral e Luiz Renato Hauly, filho do deputado federal licenciado e secretário da Fazenda Luiz Carlos Hauly.
Tiago Amaral vai tentar aproveitar a herança eleitoral do pai, que exerce atualmente o cargo de conselheiro do Tribunal de Contas do Paraná. Já Luiz Renato vai fazer dobradinha com o pai nas cidades que Hauly fizer campanha para renovar seu mandato na Câmara dos Deputados.

Vico também - Oportuno lembrar que o empresário e atual presidente da CMTU, Octávio Cesário Neto (Vico) também deve ser candidato a deputado estadual. Vico, que é proprietário das Rádios Cidade AM e Jovem Pan FM tem laços fortes com Cambé e deve buscar uma fatia dos votos  locais.

Tem mais - Segundo algumas fontes, não está descartada a possibilidade de o PSDB de Cambé também lançar um candidato a deputado estadual em 2014.  O assunto ainda é tratado com discrição pelo líderes partidários mas há uma corrente que defende a tese.
Caso a candidatura venha acontecer, fala-se em cinco possibilidades: a vice prefeita Cidinha Pascueto; o assessor da Secretaria de Fazenda, Erasmo Machado ou um dos três vereadores eleitos pelo partido: Rômulo Yanke (Professor Rômulo), Estela Camata e Junior Félix.

De quatro a seis - Cambé pode, portanto,  chegar em 2014 com um número entre três a seis candidatos a deputado estadual com ligações fortes com a cidade. Para ter êxito, cada um deles deve ter um mínimo que varia entre 35 e 40 mil votos, dependendo da legenda.

PT faz ato de apoio à Zé Dirceu - O PT de Curitiba programa para a próxima segunda (3) uma reunião para dar apoio ao ‘companheiro’ José Dirceu, condenado pelo STF a 10 anos e 10 meses de prisão no processo conhecido como ‘Mensalão’, pelos crimes de Corrupção Ativa e Formação de Quadrilha. 

Sugestão de Pauta - O vereador Cecílio Araújo Pereira, filiado histórico do PT, bem que poderia aproveitar a sessão da próxima segunda feira (3), que vai coincidir com a reunião do partido em Curitiba, e fazer um bom discurso no plenário da Câmara em defesa do ‘companheiro’ Zé Dirceu e de todos os outros já condenados no ‘Mensalão’.

Diplomação - A diplomação dos eleitos, prefeito, vice-prefeita e dos dez novos vereadores de Cambé está agendada para o dia 17 de dezembro (segunda) na Câmara Municipal. O início da cerimônia acontece às 17h00.

Sob nova direção - O PMDB de Cambé elegeu novo diretório e nova comissão executiva. Na presidência do partido, o ex-prefeito e ex-secretário de Saúde do Paraná, Gilberto Berguio Martin (Dr. Gilberto).

Falando em MDB Velho de Guerra... - O PMDB de Cambé terá que decidir entre duas chapas na eleição do Diretório Estadual, no próximo dia 15. A primeira é encabeçada pelo ex-governador Roberto Requião, que, se vencer, pode ser candidato ao governo do Estado em 2014.
A segunda chapa é apoiada pelo ex-governador Orlando Pessuti e pela bancada de deputados estaduais do PMDB. Se  vencer, a segunda chapa deve apoiar Beto Richa na na sua campanha de reeleição.

Nenhum comentário:

Postar um comentário