quarta-feira, 23 de novembro de 2011

Observatório

Do CAMBÉ DE FATO:

Dinheiro público- Entre 1999 e 2002, a AFMC - Associação dos Funcionários Municipais de Cambé- dirigida naquela época e também agora por Carlos Alberto Serpeloni, recebeu da Prefeitura de Cambé cerca de R$ 1,415 milhão (um milhão e quatrocentos e quinze mil reais) em valores da época, que atualizados, chegam a R$ 3,038 (três milhões e trinta e oito mil reais).

Perguntar não ofende - Para onde foi e como foi usado todo o dinheiro repassado pela Prefeitura para a AFMC naquele período?

Democrata eu? - O presidente da Câmara de Cambé, Conrado Scheller (DEM) gosta de falar em democracia, em fiscalização, transparência, mas, ao que parece, não fica muito confortável quando ele e seus pares recebem críticas.
Ele teria reclamado da postura do CAMBÉ DE FATO em rebater o relatório da CPI do Atlântico e acha que o jornal ‘pegou pesado’ com os vereadores membros da CPI.

Discordamos do presidente - O CAMBÉ DE FATO, diga-se de passagem, discorda do presidente e reafirma que só publica a verdade dos fatos. Se os membros da CPI agiram de forma arbitrária e flagrantemente contrária ao direito, não é culpa do jornal...

Faça o que eu digo... - Por outro lado, o que chama a atenção é que Conrado, no exercício da presidência do Legislativo, nunca se incomodou com a postura do controlador Interno da Câmara, Carlos Serpeloni, que é um dos cargos mais importantes do Legislativo e um dos seus principais auxiliares. Serpeloni, todos sabem, usa sistematicamente sua coluna no Jornal Nossa Cidade (do qual Conrado também é membro do Conselho Editorial) para atacar o prefeito João Pavinato e a administração municipal, com afirmações que fogem da esfera da vida pública e partem para a agressão pessoal pura e simples.
Como dizia um sábio caboclo, “o que vale para Chico, vale para Francisco”.

Radar no páreo - Agora é oficial: Jeferson Radar é pré-candidato a prefeito de Cambé pelo PRTB em 2012. A notícia foi divulgada pelo presidente da sigla, Valdiney Timóteo Rocha (Ney do Gás). Diz a nota oficial do partido: “O pré Candidato a prefeito do PRTB, Jéferson Marques da Silva, o popular Jéferson RADAR, coloca o seu nome entre os filiados para disputar como candidato a prefeito pelo PRTB na eleição de 2012”.



Beto Richa prorroga benefícios fiscais
para indústrias do vestuário


O governador Beto Richa assinou no último dia 09 o decreto que prorroga até 30 de junho de 2015 a redução de 12% para 3% do ICMS para o setor têxtil do Estado.
A medida garante, por meio de crédito presumido, benefício às operações internas e interestaduais de produtos como artigos de vestuário, confecções, calçados, artefatos de couro e acessórios de viagem.
Segundo Richa, o decreto faz parte da política industrial implantada pelo atual governo, voltada para o estímulo a novos empreendimentos e apoio a negócios já instalados, especialmente em setores relevantes para a economia do Estado.
O setor têxtil emprega cerca de 100 mil pessoas no Paraná. “É um dos setores que mais emprega no Paraná, em mais de 6 mil empresas. Com esta medida, o governo garante mais competitividade ao setor frente aos produtos importados”, disse Richa.
Também presente à solenidade, o secretário da Fazenda, Luiz Carlos Hauly, afirmou que o Paraná é o segundo pólo nacional do setor têxtil. “Este decreto é democrático porque beneficia desde o grande empresário até as micro e pequenas empresas, essenciais na ocupação de mão de obra”, disse Hauly.
Com o regime especial, o segmento mantém competitividade para disputar o mercado interno com produtos importados vindos principalmente de países da Ásia. Em contrapartida, o setor se compromete a investir em tecnologia e gerar mais empregos.
Também partiriciparam do evento os secretários de Estado da Casa Civil, Durval Amaral, e de Planejamento Cássio Taniguchi; deputados estaduais, empresários e o presidente da Amepar e prefeito de Cambé, João Pavinato.

Nenhum comentário:

Postar um comentário