quarta-feira, 27 de abril de 2011

AESA busca certificação integrada

Do Jornal CAMBÉ DE FATO:


Processo inédito no setor inclui quatro normas ISO TS 16949, ISO 14001, ISO 9001 e OHSAS 18001, que possuem requisitos em comum.  A integração, de acordo com a indústria, foi uma solução para otimizar a elaboração de documentos e procedimentos internos, realizar auditorias pertinentes a todas as normas de forma simultânea e unificar a gestão da empresa com relação à qualidade, meio ambiente, saúde e segurança.



Desde o ano passado, a AESA - indústria especializada no mercado de peças de reposição para veículos de carga -, com 60 anos no mercado e sede em Cambé, vem trabalhando para obter a certificação integrada em quatro normas. O processo é inédito entre as empresas concorrentes do setor. A implantação do Sistema de Gestão Integrado, com certificação prevista para junho deste ano e que inclui as normas ISO TS 16949, ISO 14001, ISO 9001 e OHSAS 18001, exigiu a revisão da política da qualidade da indústria, que agora passa a ser uma “Política Integrada”, atendendo aos requisitos das normas. 
A Política Integrada demonstra as diretrizes e estratégias da indústria e está desdobrada em objetivos e metas que são divulgadas em toda a empresa. “A política definida na AESA demonstra o seu comprometimento em aumentar a satisfação do cliente, melhorando produtos e processos continuamente; em atender aos regulamentos legais e outros requisitos necessários referentes à Qualidade, Meio Ambiente, Saúde e Segurança no Trabalho; e em preservar o meio ambiente com a realização de trabalhos voltados à prevenção da poluição e sustentabilidade, além do foco na melhoria da saúde dos seus colaboradores”, afirma Sandra Crippa, supervisora de qualidade. 
Segundo ela, a certificação integrada vai trazer um diferencial para a AESA já que nenhum concorrente possui todas essas certificações. “Os clientes estão ficando mais exigentes na hora de escolher o seu fornecedor, principalmente o mercado de montadoras e mercado externo. Ter uma certificação nessas normas demonstra ainda mais a preocupação da empresa em oferecer produtos com qualidade, preservar a saúde de seus funcionários e reduzir a poluição do meio ambiente, contribuindo, enfim, com a sustentabilidade do planeta”, destaca. 
Como as quatro normas possuem alguns requisitos em comum, a integração, de acordo com a indústria, foi uma solução para otimizar a elaboração de documentos e procedimentos internos, realizar auditorias pertinentes a todas as normas de forma simultânea e unificar a gestão da empresa com relação à qualidade, meio ambiente, saúde e segurança. 
O primeiro passo foi a contratação de duas consultorias especializadas que iniciaram os trabalhos em setembro de 2010 e permanecerão na empresa até a certificação prevista para junho, acompanhando todas as atividades desenvolvidas para a Certificação Integrada. “Os gestores receberam treinamento sobre as novas normas e toda a orientação necessária para o desenvolvimento dos trabalhos”, salienta Crippa, lembrando que, além dos investimentos que estão sendo feitos em infraestrutura para adequar a empresa às novas normas, a AESA investe no treinamento da equipe interna para que possam estar preparados sobre requisitos legais. “Em março realizamos a 1ª Semana da Qualidade, com o objetivo de qualificar e informar todos os funcionários sobre as mudanças que estão acontecendo e da importância das novas certificações”, destaca Crippa. 

Saiba mais sobre as certificações ISO
A sigla "ISO" refere-se à International Organization for Standardization, organização não-governamental fundada em 1947, em Genebra (Suiça) e hoje presente em cerca de 157 países. A sua função é a de promover a normatização de produtos e serviços, para que a qualidade dos mesmos seja permanentemente melhorada. 
Esta família de normas estabelece requisitos que auxiliam a melhoria dos processos internos, a maior capacitação dos colaboradores, o monitoramento do ambiente de trabalho, a verificação da satisfação dos clientes, colaboradores e fornecedores, num processo contínuo de melhoria do sistema de gestão da qualidade. Aplicam-se a campos tão distintos quanto materiais, produtos, processos e serviços. 
A adoção das normas ISO é vantajosa para as organizações uma vez que lhes confere maior organização, produtividade e credibilidade - elementos facilmente identificáveis pelos clientes -, aumentando a sua competitividade nos mercados nacional e internacional. Os processos organizacionais necessitam ser verificados através de auditorias externas independentes. 
A expressão ISO 9001 designa um grupo de normas técnicas que estabelecem um modelo de gestão da qualidade para organizações em geral, qualquer que seja o seu tipo ou dimensão. 
Já a ISO 14001 é uma norma internacionalmente reconhecida que define o que deve ser feito para estabelecer um Sistema de Gestão Ambiental (SGA) efetivo na empresa. A norma é desenvolvida com objetivo de criar o equilíbrio entre a manutenção da rentabilidade e a redução do impacto ambiental, com o comprometimento de toda a organização. Com ela é possível que sejam atingidos ambos objetivos (rentabilidade econômica e preservação ambiental). 
Por sua vez, a ISO/TS 16949 é uma norma específica para a indústria automotiva mundial, elaborada conjuntamente pelos membros do IATF (International Automotive Task Force) ou Força Tarefa Internacional Automotiva, que são, entre outros, General Motors, Ford, Daimler Chrysler, BMW, PSA Citroen, Volkswagen, Renault e Fiat. 
A ISO/TS 16949 define requisitos do sistema da qualidade baseados nas normas ISO 9001:2000, AVSQ (Itália), EAQF (França), QS-9000 (USA) e VDA 6.1 (Alemanha). A norma é aplicável às plantas de organizações e indústrias onde produtos especificados pelo cliente são manufaturados para produção e/ou para o mercado de reposição. 
A OHSAS 18001 é uma especificação de auditoria internacionalmente reconhecida para sistemas de gestão de saúde ocupacional e segurança. Foi desenvolvida por um conjunto de organismos comerciais líderes, organismos internacionais de normas e certificação com foco em uma lacuna para a qual não existe uma norma internacional certificável por organismos certificadores. 
A OHSAS 18001 foi desenvolvida com compatibilidade com a ISO 9001 e a ISO 14001, para ajudar a sua organização a cumprir com suas obrigações de saúde e segurança de um modo eficiente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário