quinta-feira, 31 de março de 2011

Cambé conquista prêmio nacional de saúde bucal

Do CAMBÉ DE FATO;



Investir em projetos de gestão em saúde bucal é uma das prioridades no Município de Cambé. Isso pode ser comprovado com o resultado do último Prêmio Brasil Sorridente do Conselho Federal de Odontologia (CFO), que conta também com o apoio da Coordenação de Saúde Bucal do Ministério da Saúde. A premiação foi definida pela Comissão Especial que se reuniu nos dias 17 e 18 de março para contemplar os municípios que apresentaram números expressivos em relação à saúde bucal em todo o país. 
Para concorrer ao Prêmio de âmbito nacional, os municípios precisavam obter as melhores pontuações em alguns critérios analisados pelos Conselhos Regionais de Odontologia. Entre eles era necessário apresentar boa cobertura populacional alcançada pelo atendimento odontológico. Outro critério analisado foi o número de policlínicas e de Centros de Especialidades Odontológicas (CEOs) adequados às necessidades da população do município. 
Cambé, que já havia conquistado o Prêmio Paraná Sorridente, do Conselho Regional de Odontologia em 2010, onde participaram cidades de 20 mil a 100 mil habitantes, dessa vez foi mais longe e assegurou o primeiro lugar na categoria que abrange municípios com população entre 50 mil e 300 mil em todo o Brasil. “Essa conquista só foi possível graças à organização do trabalho desenvolvido pelo Programa Saúde da Família no município, que atende pessoas de todas as faixas etárias”, disse a coordenadora da Saúde Bucal de Cambé, Ana Lúcia Biagio dos Santos. Ainda segundo a coordenadora o prêmio é um reconhecimento do trabalho realizado por toda a equipe “que visa sempre fazer o melhor para a população”. 
Para o presidente do Conselho Regional de Odontologia do Paraná (CRO/PR), Roberto Eluard da Veiga Cavali, o estado é uma referencia em atendimentos e serviços prestados à população em relação à saúde bucal. Ao Jornal CAMBÉ DE FATO, o presidente elogiou toda a equipe de Saúde Pública do Município por essa conquista importantíssima, que segundo ele reflete a qualidade dos projetos e da estrutura oferecida à população cambeense. “É um orgulho muito grande para o CRO ter duas cidades do Paraná que conquistaram esse prêmio nacional. Isso mostra que nós temos uma política voltada ao atendimento de qualidade à saúde bucal”, disse “temos várias cidades com níveis excelentes, entre elas a cidade de Cambé se destaca”, completou o presidente. A outra vencedora referida é a cidade de Barracão, que conquistou o prêmio na categoria de cidades com até 50 mil habitantes.  Entre as cidades com populacão acima de 300 mil habitantes, o prêmio foi para a cidade de Anápolis (GO).
A solenidade de entrega das premiações acontece em 16 de abril, no Rio de Janeiro. O município classificado em primeiro lugar de cada categoria vai receber como prêmio um consultório fornecido por uma empresa de equipamentos odontológicos, parceira do Conselho Federal de Odontologia.
Para Alessandra Garcia Gonzales Vaz, secretária municipal de Saúde, a conquista da etapa nacional do prêmio Brasil Sorridente é “o resultado de um conjunto de ações, que incrementaram o serviço, mas sobretudo, é uma conquista  de um belo trabalho de equipe, que deve ser reconhecido e parabenizado, afinal, esta é a primeira vez que a cidade recebe um prêmio como este”. Alessandra lembra também que Cambé tem tradição no investimento de recursos na Saúde Bucal. “Desde  a implantação do Bebê Clínica, nos anos 80, até o trabalho atual, é um grande esforço do setor público para dar mais qualidade de vida para a nossa população”, pontua a secretária. 


Prefeito comemora os resultados e agradece o empenho dos profissionais envolvidos

O prefeito de Cambé João Pavinato (foto) comemora as duas boas notícias da área da Saúde Pública. “São duas ótimas notícias que nos entusiasmam, pois estamos falando, de um lado, em salvar vidas de crianças e de outro, em um atendimento odontológico gratuito, reconhecido como o melhor do país, e que é disponibilizado para a população de Cambé”, ressalta o prefeito, lembrando que nunca se investiu tanto em saúde pública como nos dois últimos anos. “Estamos investindo quase 30% do nosso orçamento próprio em saúde pública, quando a Constituição Federal nos obriga a investir 15%. É quase o dobro e este investimento maciço tem resultados positivos, como a queda da mortalidade infantil e o reconhecimento da qualidade do serviço de odontologia, entre outras boas conquistas”, completa Pavinato. 
O prefeito de Cambé também lembra que a municipalidade está construindo ou planejando quatro grandes obras para a rede de saúde (duas Clínicas da Mulher e da Criança e a Central do SAMU que já estão em construção e a UPA - Unidade de Pronto Atendimento que começa a ser construída ainda no primeiro semestre na região norte (Rua Curitiba) e que vai atender toda a cidade com plantão de 24 horas.
Além disso, o prefeito também enumera outros investimentos, como a compra maciça de medicamentos, a aquisição de novos veículos, como uma ambulância e um ônibus para o transporte de saúde; a contratação de 80 novos profissionais, entre eles médicos por concurso público, e o investimento pesado na Unidade 24 Horas. “Em nossa gestão não faltam medicamentos nos postos de saúde, salvo por algum atraso na compra, mas tenho autorizado um grande investimento na compra de medicamentos, que podemos considerar o maior na história da cidade”, lembra Pavinato, completando: “também autorizei o aumento dos plantões para que não faltem médicos na Unidade 24 horas, autorizei a contratação de novos profissionais para a Secretaria de Saúde, estou pagando o adicional de insalubridade para todos os recepcionistas, que não recebiam, entre outras ações”, diz o prefeito. 
Agradecimento - Além de listar os investimentos na área, João Pavinato expressa sua gratidão com os profissionais da saúde pública e com os voluntários que acompanham as crianças recém-nascidas. “Em nome do povo de Cambé agradeço cada um e cada uma que contribuiu para que a taxa de mortalidade tenha caído substancialmente e também a todo e todas que trabalharam para a cidade ganhar o prêmio Brasil Sorridente”, finaliza João Pavinato.   

Nenhum comentário:

Postar um comentário