quarta-feira, 24 de outubro de 2012

Justiça decreta intervenção na Santa Casa de Cambé


A Justiça de Cambé decretou na quarta-feira (24) intervenção judicial na Santa Casa de Cambé. 
A ação civil pública que motivou a intervenção foi proposta pela promotora Adriana Lino, e foi cumprida no início da tarde de quarta-feira. 
De imediato, foram afastados de suas funções a diretora administrativa da Santa Casa, Isabel Aparecida da Silva, o superintendente Antonio Alencar, funcionários ligados à direção do hospital, além de todos os membros que fazem parte do Conselho Diretor e do Conselho Fiscal que administram a Santa Casa, inclusive o padre Amaury José Domingues, pároco da Paróquia Santo Antonio. 
A partir de quinta (25) a interventora Maria das Merces de Matos Peixoto da Silva toma posse na função de administradora do hospital, juntamente com membros de um Conselho Deliberativo e um Conselho Consultivo, ambos nomeados pela Justiça. A nova interventora é psicóloga e servidora do Governo do Estado, e prestava serviços no Hospital da Zona Sul de Londrina. 

O jornal CAMBÉ DE FATO (reproduzido pelo Blog do Luiz Cesar) foi o único veículo de comunicação impresso a denunciar o esquema de pagamento dobrado de plantões realizados por um médico da Santa Casa que chegou a realizar 36 horas de plantão em um único dia.
Por outro lado, um pedido de criação de uma CPI para investigar a aplicação de recursos públicos na Santa Casa foi arquivada pela mesa diretora da Câmara de Cambé. A explicação é que "não houve vereadores interessados em participar da CPI".  

Um comentário:

  1. É mais até o momento ninguém sequer veio falar com os Funcionários... Complicado hein..

    ResponderExcluir