terça-feira, 7 de junho de 2011

Gleisi Hoffmann sucede Palocci na Casa Civil

Da Gazeta do Povo: 

Palocci pede demissão do cargo; senadora Gleisi assume Casa Civil
O ministro-chefe da Casa Civil, Antonio Palocci, deixou o cargo nesta terça- feira (7), quase um mês após a publicação de uma reportagem pelo jornal “Folha de S.Paulo” segundo a qual ele teve o patrimônio aumentado em 20 vezes entre 2006 e 2010. O cargo de Palocci será ocupado pela senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR), mulher do ministro das Comunicações, Paulo Bernardo.
No primeiro pronunciamento após ter sido escolhida pela presidente Dilma Rousseff para chefiar a Casa Civil, a senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) afirmou no início da noite de ontem (7) que está "orgulhosa" com o convite que recebeu da presidente Dilma Rousseff para substituir Antonio Palocci na pasta. "Quero agredecer a ela, que acreditou na minha capacidade de trabalho", afirmou.
A nova ministra da Casa Civila fará um pronunciamento no Senado nesta quarta-feira, às 14h30, e depois participará da cerimônia de posse 16h30 no Palácio do Planalto.
A saída de Palocci foi comunicada por meio de uma nota divulgada pela Casa Civil. O ministro, que ficou pouco mais de seis meses no cargo, é o primeiro a deixar o ministério no governo da presidente Dilma Rousseff.
Apesar de, ONTEM (6), o procurador-geral da República ter determinado o arquivamento dos pedidos de investigação de partidos de oposição, Palocci avaliou que a "continuidade do embate político poderia prejudicar suas atribuições no governo", segundo a nota.

Beto Richa avalia que Gleisi defenderá interesses do Paraná
O governador do Paraná, Beto Richa, (PSDB) divulgou, no início da noite de ONTEM (7), uma nota oficial, em que comenta a escolha de Gleisi Hoffmann para assumir a Casa Civil do governo federal. Richa avalia que a nova ministra defenderá os "interesses do estado" e que espera ter "uma relação muito positiva para o Paraná".
Acompanhe a nota na íntegra: “O Paraná sai fortalecido com essa escolha. A senadora Gleisi Hoffmann tem todas as condições de representar bem e defender com muita determinação os interesses do estado no governo federal. Esperamos continuar tendo com a nova ministra uma relação muito positiva para o Paraná. Sabemos que a articulação política e administrativa do governo federal é determinante para que o Brasil possa seguir avançando, com programas sociais vigorosos e desenvolvimento econômico equilibrado. Pessoalmente, desejo sucesso à nova ministra. Que ela possa vencer os desafios que se colocam no dia a dia da administração federal e contribuir para que o Brasil supere os problemas que ainda dificultam o nosso crescimento".

Nenhum comentário:

Postar um comentário