quinta-feira, 31 de março de 2011

CAMBÉ DE FATO: Seis anos acompanhando Cambé

Editorial do CAMBÉ DE FATO:



O CAMBÉ DE FATO completa seis anos no mesmo momento em que a cidade recebe duas ótimas notícias na área da saúde pública: a conquista de um prêmio nacional para o serviço de odontologia e o menor índice de mortalidade infantil da história da cidade. Ambos resultados estão diretamente ligados ao trabalho e dedicação dos profissionais da área da saúde da Prefeitura de Cambé. 
No prêmio Brasil Sorridente, do Conselho Federal de Odontologia, o serviço de odontologia da Prefeitura de Cambé foi considerada o melhor do Brasil entre cidades com população entre 50 mil e 200 mil habitantes. O mesmo serviço já tinha recebido o prêmio Paraná Sorridente, e considerado o melhor do Estado em sua categoria  (veja matéria na página 09). 
Quanto ao índice de mortalidade infantil  que, pela primeira vez em 30 anos tem apenas um dígito (7,05), a evolução é gigantesca. Basta dizer que, em 1980, de cada mil crianças nascidas vivas em Cambé, 53,26 morriam antes de completar um ano de vida. Com a implantação do SUS e o trabalho de muitos voluntários, principalmente da Pastoral da Criança, a cidade conseguiu derrubar este índice para algo em torno de 17, 18, crianças que morriam antes de um ano, para cada grupo de mil nascidas vivas, nas décadas de 1990 e 2000 (acompanhe gráfico e matéria na página 08). 
Em 2008, o índice de mortalidad infantil de Cambé foi de 13,16. Em 2009, caiu para 11,38 o melhor resultado dos últimos dez anos e o segundo mais baixo da história. Na ocasião, o prefeito de Cambé, João Pavinato agradeceu todos os envolvidos e lançou um desafio: a cidade precisava reduzir o índice de mortalidade infantil para apenas um dígito e, com isso, salvar mais vidas ainda. Em 2010 o índice fechou em 7,05 óbitos para cada grupo de mil crianças nascidas vivas e este é o menor da história da cidade. 
Mérito de todos os envolvidos com a atenção à saúde da mulher, da gestante, das crianças, gente da saúde pública, da medicina particular e também dos voluntários que auxiliam mães e bebês a ter mais saúde. Mérito de uma cidade que quer evoluir, crescer, viver mais e melhor. Mérito de uma gente que faz e constrói a cidade nos pequenos detalhes de seu dia-a-dia. 
Mérito de autoridades que cuidam bem do dinheiro público e o investem em ações e trabalhos que fazem a diferença entre a vida e a morte para uma criança que nasce com vida em Cambé. 
Parabéns a todos que estão envolvidos com este brilhante resultado. 
Quanto aos seis anos do CAMBÉ DE FATO, bem, é mais uma boa data para reafirmamos nosso compromisso com a cidade e com o leitor e agradecermos imensamente a todos que ajudaram e ajudam a construir este jornal.
Obrigado a todos e um grande abraço.


Nenhum comentário:

Postar um comentário