domingo, 13 de março de 2011

Beto Richa cria gabinete de emergência para atender população do Litoral

Da AEN:

O governador Beto Richa anunciou na manhã deste domingo (13/03) a criação de um gabinete de emergência, que será liderado por ele e formado por diversas secretarias e órgãos do Governo do Estado, para dar atenção prioritária à população do Litoral atingida pelas chuvas dos últimos dias. “Toda a estrutura do governo será direcionada para as comunidades atingidas”, disse ele.
Richa instituiu três coordenadorias para organizar as operações do governo: Coordenação de Atendimento Humanitário, Coordenação de Construções, Obras e Intervenções e Coordenação da Campanha de Solidariedade. Além disso, reforçou que a Operação Verão, que estava funcionando nas praias e reúne diversos serviços do Estado, principalmente de atenção à saúde e segurança, será mantida ativa e foi reprogramada para atender prioritariamente as cidades de Morretes e Antonina.
O governador destacou a atuação da Defesa Civil e dos Bombeiros, que desde os primeiros momentos atuaram nas áreas atingidas por enchentes, alagamentos e deslizamentos e afirmou que haverá uma mobilização incessante até que tudo seja restabelecido.
Relatos - Durante reunião com os membros do governo que fazem parte do gabinete de emergência, o governador ouviu relatos das atividades que estão sendo realizadas. A secretaria da Família e Desenvolvimento Social, Fernanda Richa, informou que 135 toneladas de mantimentos e água já haviam sido doados e estavam sendo enviadas para o Litoral.
Ela informou que a campanha de doações lançada pelo Governo já deu os primeiros resultados e que empresários e cidadãos de diversas partes do Estado estão se mobilizando para enviar donativos para as duas cidades mais atingidas. Fernanda destacou que a prioridade das doações são colchões, cobertores, material de higiene e limpeza e alimentos não perecíveis.
Segundo o chefe da Casa Militar e Coordenador Estadual da Defesa Civil, Coronel Adilson Castilho Casitas, três helicópteros do Estado e outros dois de empresas privadas estão atuando no Litoral e já realizaram 154 resgates de pessoas ilhadas ou com necessidade de atendimento médico.
O secretário estadual da Saúde, Michele Caputo Neto, relatou o enviou de uma equipe de Vigilância em Saúde, material médico-hospitalar e medicamentos como antibióticos, analgésicos, insulina e soros antitetânico e para mordidas de animais peçonhentos. Já a Sanepar está mobilizada para garantir o abastecimento de água potável para Paranaguá, município que ficou sem abastecimento devido aos problemas de captação da companhia local.
O vice-governador e secretário da Educação, Flávio Arns , que como o governador Beto Richa percorreu as regiões atingidas por alagamentos e deslizamento, afirmou que haverá uma grande demanda para a recomposição das estradas rurais, tanto para o escoamento da produção agrícola quanto para o transporte das crianças às escolas. “Há muitos pontos de comunicação que precisam ser restabelecidos”, relatou.

Gabinete de emergência (composição)
Governador Beto Richa, vice-governador Flávio Arns, secretários Fernanda Richa (Família e Desenvolvimento Social), Durval Amaral (Casa Civil), coronel Adilson Castilho Casitas (Casa Militar), Reinaldo de Almeida César (Segurança Pública), Luiz Carlos Hauly (Fazenda), Michele Caputo Neto (Saúde), José Richa Filho (Infraestrutura e Logística), Marcelo Cattani (Comunicação), Jonel Iurk (Meio Ambiente), Norberto Ortigara (Agricultura), os presidentes Mounir Chaowiche (Cohapar), Lindolfo Zimmer (Copel), Fernando Ghignone (Sanepar), Tarcísio Mossatto Pinto (IAP) e representantes da Concessionária Ecovia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário