segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

Comitê parlamentar debate segurança pública na América

Da assessoria: 
A criação de leis e normas que contribuam para a prevenção e combate da violência nos países da América, esse foi o tema de discussão da 24ª reunião do Comitê Executivo do Fórum Interparlamentar das Américas (FIPA). O evento foi realizado no sábado (19), em Curitiba, e reuniu representantes do legislativo de oito países integrantes do Fórum: Brasil, Canadá, Equador, Haiti, México, Panamá, Paraguai e Santa Lúcia.
O presidente do FIPA e deputado federal licenciado Luiz Carlos Hauly (PSDB), afirma que os integrantes do Fórum acompanham os principais acontecimentos políticos, sociais e ambientais do continente. Ele garante que a FIPA é o embrião para a criação do Parlamento das Américas e um ponto de convergência para os representantes trocarem opiniões e trabalharem por temas comuns.

“Hoje a violência e o narcotráfico é um problema de toda a América. Nosso papel como legisladores é buscar formas de combater e fiscalizar esse problema. Vamos ampliar esse debate com os senadores e deputados do continente,” disse Hauly. Segundo ele, a segurança cidadã será um dos temas que serão pautados na Assembleia Plenária, que será realizada no Paraguai em setembro.

A senadora do Equador, Linda Machuca, garante que a segurança cidadã deve ser um tema ampliado e debatido com mais intensidade no FIPA. Segundo ela, os países da América do Sul e Central necessitam traçar estratégias que permitam avançar na prevenção e combate da violência na América.  “Essa competência nos une. Precisamos criar de leis que nos permitam combater o crime organizado. Vamos ampliar para nossa Assembleia essa discussão”.

Participaram do encontro os seguintes parlamentares: Deputado Luiz Carlos Hauly (Brasil), deputado Victor Juliao (Panamá), senadora Adriana Gonzalez (México), deputado Randy Hoback (Canadá), senadora Celine Hervieux-Payette (Canada), deputado German Blanco Alvarez (Colômbia), deputada Rosenary Mathurin (Santa Lucia), senadora Edmonde Beauzile (Haiti), deputada Linda Machuca (Equador) e o senador Alberto Grilón (Paraguai).

Durante o encontro foram discutidas questões administrativas da FIPA: a aprovação do relatório de 2010, mudanças na secretária técnica, estratégias de comunicação e discussão do plano de trabalho do grupo de mulheres parlamentares da América. A reunião termina no domingo (20) com a abordagem de assuntos administrativos e financeiros.




Nenhum comentário:

Postar um comentário