terça-feira, 11 de outubro de 2011

Ruptura de rede de água causa estragos






A ruptura da rede de água da Sanepar causou prejuízos e sustos na manhã de ontem (segunda, 10) em Cambé.
Logo pela manhã comerciantes da Rua Belo Horizonte, na altura da esquina com a Rua Pará, entraram em contato a Prefeitura de Cambé para relatar que o asfalto da rua apresentava rachaduras. Comerciantes de três lojas, localizadas em um prédio da esquina também encontraram rachaduras nas paredes do prédio. A Prefeitura acionou a Defesa Civil que interditou a rua e evacuou o prédio preventivamente. O secretário da Defesa Civil, Luiz Carlos Giroto tomou as providências. "Como ainda não sabíamos a extensão do problema e suas causas, tomamos a decisão de evacuar e interditar o prédio e ainda interditar o trânsito naquele trecho de rua, para que a causa pudesse ser descoberta", disse Giroto. O sargento do Corpo de Bombeiros José Luiz Martins Menezes concordou com a atitude dizendo que "as rachaduras apareceram e evoluíram rapidamente". O corpo técnico da Prefeitura e da Comdec foi chamado ao local e a suspeita recaiu sobre a rede de água. A Sanepar foi chamada e uma equipe técnica localizou o vazamento com a ajuda de instrumentos especiais. Em seguida uma retroescavadeira abriu um buraco precisamente sobre o ponto onde a rede de água estava rompida. Realizado o conserto, o trânsito foi liberado na Rua Belo Horizonte no meio da tarde de segunda e os lojistas puderam voltar às suas atividades após uma vistoria feita por um técnico da Sanepar acompanhado do secretário da Defesa Civil. A Sanepar já avisou que vai assumir os prejuízos causados aos imóveis e aos lojistas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário