sexta-feira, 10 de junho de 2011

Deputado André Vargas diz que atração de investimentos para o Paraná estará na pauta com Gleisi

Da Assessoria: 
André Vargas, com Gleisi Hoffmann, Cecílio Araújo e João Pavinato,
em encontro com prefeitos da Amepar, realizado recentemente em Cambé.

Atração de investimentos para o Paraná estará na pauta com Gleisi, diz André Vargas

O secretário nacional de Comunicação do PT, deputado federal André Vargas (PT-PR), afirmou nesta quarta-feira, 08/06, após a posse da nova ministra-chefe da Casa Civil, a paranaense Gleisi Hoffmann, que as oportunidades para o Paraná emplacar seus grandes projetos de infraestrutura e desenvolvimento aumentaram muito a partir da nomeação de Gleisi.
Vargas, que teve oportunidade de nos últimos 15 anos acompanhar e militar com a nova ministra, seja na secretaria de Estado do Mato Grosso do Sul e Gestão Pública em Londrina, na militância do PT do Paraná, onde ela sucedeu Vargas na presidência, conhece bem sua competência e capacidade de diálogo. “Ela vai fazer história em Brasília, não tenho dúvida disso”, afirmou.
Como paranaense, Vargas afirmou que o Estado tem seus interesses. “O Arco Norte, projeto de integração de cidades do norte do Estado, que deve ser incluído no PPA; obras de infraestutura, como ferrovias que devem passar pelo Paraná; atração de investimentos e empresas, estarão na pauta com a nossa ministra Gleisi. Vamos dialogar, conversar e harmonizar a sua relação com o parlamento para que possa implementar um bom trabalho, mas ao mesmo tempo vamos apresentar a ela os projetos do Paraná”, reforçou.
Sobre uma possível reunião da nova ministra com a bancada paranaense, Vargas afirmou que aguardará até que ela tome pé da situação, monte sua equipe para que se possa começar um diálogo específico sobre os projetos do Paraná. “Tudo que diz respeito ao Paraná passará por ela. Até o governador Beto Richa terá que estabelecer um diálogo mais aberto e maduro com o Governo Federal”.
Sobre os desafios na Casa Civil, Vargas lembra que Gleisi está substituindo um grande ministro que foi Antônio Palocci e por ali também já passou a atual presidenta Dilma Rousseff. “É um ministério que tem de se articular com todos os demais, com as forças da sociedade e organizar os projetos que possam ter resultado. A presidenta é muito exigente, o principal desafio de Gleisi será integrar a equipe para que todos trabalhem em conjunto”, ressaltou.
Sobre o futuro do ex-ministro Antônio Palocci, Vargas avalia que ele deva voltar para a iniciativa privada, trabalhando em sua consultoria.

Nenhum comentário:

Postar um comentário