sexta-feira, 25 de junho de 2010

Nem Ford, nem sai de Simca

Hoje fiz uma brincadeira com o senador Osmar Dias em meu programa de rádio na Rádio Cidade AM. Devo até desculpas pela pilhéria, mas a indecisão de Osmar ganhou contornos de uma 'novela mexicana', que estamos 'carinhosamente' chamando no ar de 'Será que Osmar dá, ou será que Osmar desce?' Só falta fazer vinheta e produzir um programa de humor com a situação que rola na política paranaense. Ao relatar o novo adiamento da decisão de Osmar (cancelando a entrevista coletiva de ontem, que dava como certa a candidatura de Osmar), lembrei meu pai, que nestes casos falava: "o cidadão nem Ford, nem sai de Simca", parafraseando uma expressão mais chula que comumente falamos no português popular.
É verdade. Osmar nem ford nem sai de simca e remete todos a esperar sua decisão. Mas, cá pra nós. O eleitor precisa esperar alguma coisa para decidir seu voto?

Um comentário:

  1. Ponto para o espirituosismo de seu pai.Quem conheceu o sr. Lázari deve estar feliz com a tirada.
    Um abraço.

    ResponderExcluir