domingo, 26 de julho de 2009

Virando Referência


Não é para se gabar, mas o novo processo de compras da Prefeitura de Cambé tem gerado elogios de empresários e fornecedores de toda a região. A voz corrente é que o processo é sério e que ganha a licitação quem realmente oferecer o melhor preço no certame, sem as chamadas 'influências secundárias', que, por determinação do prefeito João Pavinato, deixaram definitivamente de existir. João Pavinato tem dito publicamente que nenhuma pessoa, da equipe, de fora dela ou mesmo qualquer servidor municipal pode 'pedir favores' a fornecedores ou empresas que estejam participando de editais de licitação de fornecimento. A mesma regra vale para empresários que pleiteiam terrenos para a construção de indústrias: ninguém tem que pagar 'pedágio' ou 'jabá' para conseguir ter acesso a uma área industrial com os benefícios que o município oferece.
Só para se ter uma idéia do que esta mudança de postura acarretou, basta dizer que no último edital para compra de medicamentos, 32 empresas participaram do certame e não houve uma única vencedora. Outro dado importante: o preço da cesta básica entregue aos operários da Prefeitura, caiu R$10,00 de dezembro de 2008 para este primeiro semestre de 2009. Com um detalhe, a cesta agora tem certificação e os produtos que não vierem de acordo com o edital de compra, são devolvidos imediatamente.
São muitos os exemplos de economia que a transparência e honestidade administrativa vem trazendo para Prefeitura de Cambé.
Em outras postagens, vamos revelando outras informações que nunca foram de domínio público.

Nenhum comentário:

Postar um comentário